Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Maersk assume interesse no terminal de contentores do Barreiro

Responsáveis do grupo dinamarquês visitaram esta quarta-feira o local onde deverá vir a ser construído o novo terminal de contentores da região de Lisboa. "Se o Governo vier a abrir concurso a Maersk será um dos concorrentes", antecipa o presidente da Câmara do Barreiro.

Correio da Manhã
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 11 de Fevereiro de 2015 às 18:44
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

O representante do grupo dinamarquês da Maersk em Portugal afirmou esta quarta-feira à agência Lusa que tem interesse no novo terminal de contentores de Lisboa e disse que o armador internacional está a acompanhar o desenrolar do processo.

 

Rui Cruz, representante da Maersk em Portugal, acompanhou esta quarta-feira uma visita do embaixador da Dinamarca e de um dos responsáveis da Maersk para a Europa ao local onde deverá vir a ser construído o novo terminal de contentores do Barreiro.

 

"Fiquei com o sentimento de que a Maersk está muito interessada e empenhada nesta solução", afirmou ao Negócios o presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto Carvalho, após a visita institucional, acrescentando que "se o Governo vier a abrir concurso a Maersk será um dos concorrentes".

 

Além do grupo dinamarquês, vários outros potenciais interessados no novo terminal de contentores já fizeram visitas ao Barreiro.

 

Entre as mais valias que têm sido apontadas à localização do novo porto no concelho, o autarca adiantou o facto de se tratar de uma zona do Tejo resguardada, ou seja, com acessibilidade garantida todo o ano.

 

Os quase 300 hectares da zona adjacente também têm sido valorizados pelos potenciais investidores, tendo em conta as actividades complementares à actividade portuária que possibilitam, nomeadamente a localização de empresas.

 

Também a capacidade de mão-de-obra, as acessibilidades rodoviárias e ferroviárias quase construídas e o consenso  que o projecto tem tido são factores realçados pelos potenciais investidores na infra-estrutura que vai exigir um investimento da ordem dos 600 milhões de euros.

 

Neste momento está a ser preparada a candidatura a fundos do programa "Connecting Europe Facility" para a realização de estudos e projectos, a qual tem de ser entregue até 28 de Fevereiro. A verba em questão será da ordem dos cinco a 10 milhões de euros, destinada à elaboração e  aprofundamento de estudos como o de impacto ambiental, programa preliminar, impactos económicos que o porto terá, navegabilidade do rio ou acessibilidades. 

Ver comentários
Saber mais Portugal Lisboa Dinamarca Europa presidente da Câmara do Barreiro Carlos Humberto Carvalho Governo Tejo Connecting Europe Facility construção e obras públicas terminal de contentores Barreiro Maersk
Outras Notícias