Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Magnum Capital quer investir 200 milhões na Ibéria e pode fazer oferta pela ANA

O fundo de investimento, cuja liderança é partilhada por João Talone e quer investir 200 milhões de euros em Portugal e Espanha, considera participar na privatização da ANA. Poderá começar a olhar para investimentos, em detalhe, depois do Verão.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 27 de Julho de 2012 às 08:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O antigo presidente-executivo da EDP, João Talone, disse à Bloomberg que a Magnum Capital, está a preparada para investir 200 milhões de euros em Portugal e Espanha, estando a considerar um conjunto de cinco negócios na Península Ibérica.

“Neste momento estamos a olhar para duas coisas em Portugal e três em Espanha”, disse o sócio-fundador da Magnum Capital, João Talone. “Se as coisas correrem bem podemos começar com a auditoria e investigação às contas depois do Verão”, acrescentou.

A empresa está disposta a considerar participar na privatização da ANA-Aeroportos de Portugal, assim que forem conhecidos os detalhes da privatização. A Magnum Capital tem dois “grandes investidores” interessados na privatização da gestora do aeroporto da Portela.

“Se eles estiverem interessados, podemos ser o seu agente local”, disse Talone à Bloomberg. “Vai depender bastante da configuração” da venda, explicou.

O fundo de capitais privados é assim um dos que se dispõe a investir em Portugal e em Espanha, numa altura em que grande parte dos investidores internacionais evita aumentar a exposição à Península Ibérica.

O fundo tem capitais de 886 milhões de euros dos quais cerca de 70% já foram aplicados em aquisições realizadas desde a sua fundação, em 2006. Além do antigo presidente da EDP, outro dos três fundadores é Angel Corcostegui Guraya, antigo CEO do Banco Santander SA. O terceiro é Henrique de Leyva, que foi sócio-gerente da McKinsey.
Ver comentários
Saber mais Magnum Talone investimento
Outras Notícias