Mercados Maior banco do Dubai dispara depois de capital estrangeiro ter aumentado participação

Maior banco do Dubai dispara depois de capital estrangeiro ter aumentado participação

As ações do Emirates NBD PJSC, o maior banco do Dubai, subiram mais de 14% nesta segunda-feira, depois de anunciar que planeia aumentar o limite de participação de estrangeiros no capital do banco.
Maior banco do Dubai dispara depois de capital estrangeiro ter aumentado participação
Gonçalo Almeida 02 de setembro de 2019 às 08:30

O maior banco do Dubai viu as suas ações escalarem 14,4% nesta segunda-feira, dia 2 de setembro, para um máximo em quase 12 anos. O banco quer a aprovação dos reguladores e restantes acionistas para alargar o limite de participação estrangeira no seu capital para 40%, segundo a Bloomberg.

O Emirates NBD já aumentou este limite de 5% para 20% e pretende agora permitir que as posições estrangeiras sejam ainda maiores. Esta vontade do banco está a alimentar o mercado acionista do Dubai, que já subiu 3,2%.

O aumento de capital estrangeiro "vai fortalecer a posição dos Emirados Árabes Unidos como uma das mais atrativas economias para investimento estrangeiro direto", disse o Sheikh Ahmed Bin Saeed Al Maktoum, numa entrevista dada à Bloomberg.

Esta não é a primeira vez que um banco do país tenta aumentar a entrada de estrangeiros nas suas ações. Em julho deste ano o First Abu Dhabi Bank PJSC, outro banco do país, propôs mesmo a remoção do limite da entrada estrangeira nas suas ações, numa altura em que os Emirados Árabes Unidos parecem estar dispostos a aceder a essa vontade.

O lucro do Emirates NBD no primeiro semestre disparou 49% e o banco pode ser incluído nos "benchmarks" para mercados emergentes MSCI e FTSE Russell na primeira metade do próximo ano. Tal situação pode impulsionar o aumento de 426 milhões de dólares de capital no banco do Dubai.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI