Banca & Finanças Mais uma condenação para Ricardo Salgado. BdP aplica coima de 75 mil euros

Mais uma condenação para Ricardo Salgado. BdP aplica coima de 75 mil euros

Ricardo Salgado foi alvo de mais uma condenação do Banco de Portugal. Desta vez a coima aplicada ao ex-presidente do Banco Espírito Santo é de 75 mil euros.
Mais uma condenação para Ricardo Salgado. BdP aplica coima de 75 mil euros
David Cabral Santos
Rita Atalaia 24 de outubro de 2019 às 16:44

Ricardo Salgado foi alvo de mais uma condenação pelo Banco de Portugal. Desta vez, por não ter respeitado as regras e prestado falsas declarações ao supervisor enquanto presidente da Espírito Santo Financial Group (ESFG). A coima a aplicar é de 75 mil euros. 

De acordo com a condenação, publicada pelo Banco de Portugal, além de Ricardo Salgado também José Castella, antigo administrador do Grupo Espírito Santo (GES) e a ESFG, atualmente em liquidação, foram condenados. 

O regulador adianta que em causa está a violação de determinações específicas impostas pelo Banco de Portugal e prestação de informações falsas ao regulador. Algo que aconteceu "entre 26 de outubro de 2012 e 31 de março de 2014", de acordo com o documento. 

Além da coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado, ficou ainda definido que José Castella terá de pagar 50 mil euros. Já no caso da ESFG, o valor aumenta para 110 mil euros. Porém, a sociedade através da qual o Grupo Espírito Santo (GES) controlava o BES, e que está em liquidação, não terá de proceder ao pagamento, visto que a coima está suspensa por um período de cinco anos. Apenas terá de pagar caso haja uma infração ao longo deste período. 

O mesmo documento adianta ainda que tanto Ricardo Salgado como José Castella já recorreram. "Os arguidos José Carlos Cardoso Castella e Ricardo Espírito Santo Silva Salgado apresentaram impugnação judicial da decisão junto do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão", refere. A ESFG decidiu não recorrer, tornando a decisão definitiva. 


Esta não é a primeira coima aplicada pelo Banco de Portugal a Salgado. Este ano, conta já com uma condenação devido ao BES Angola. Neste caso, o valor a pagar é de 1,8 milhões de euros.

(Notícia atualizada às 16:58 com mais informação)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI