Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Manchester perde CEO para Chelsea

Depois de ter perdido Veron para o Chelsea, o Manchester United vê agora o seu presidente executivo transitar para o clube londrino liderado pelo russo Roman Abramovich. As acções do Man Utd desciam na Bolsa de Londres.

Filipe Fernandes ffernandes@mediafin.pt 09 de Setembro de 2003 às 11:38
  • Partilhar artigo
  • ...

Depois de ter perdido Veron para o Chelsea, o Manchester United vê agora o seu presidente executivo transitar para o clube londrino liderado pelo russo Roman Abramovich. As acções do Man U desciam em Bolsa

O Chelsea Village, «holding» que controla o Chelsea Football Clube, contratou Peter F. Kenyon, 49 anos, como «chief executive officer» CEO e que estava até agora ao serviço do Manchester United.

O anúncio desta contratação no site do clube londrino levou à queda máxima de 6,2% das acções do Manchester United.

O Chelsea foi adquirido recentemente por um dos oligarcas russos, com negócios ligados ao petróleo, Roman Abromovich e tornou-se notado pelos 125 milhões de euros dispendidos em aquisições de jogadores como Makelele do Real Madrid ou Veron do Manchester United.

O Manchester United anunciou que David Gill será o substituto de Peter Kenyon, que passou pela Umbro, e que estava no clube desde 1997.

Segundo o «The Guardian», a transferência para o clube de Londres resulta na duplicação do ordenado de Kenyon para 1 milhão de libras (1,42 milhões de euros) anuais.

As acções do Manchester, o clube de futebol mais rico do mundo, recuavam 4,21% para as 1,7 libras (2,42 euros) na Bolsa de Londres.

Outras Notícias