Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mário Lino rejeita atrasar concurso para a construção da Ota

Mário Lino rejeitou hoje a hipótese de atrasar o lançamento do concurso para a construção do aeroporto da Ota, face a uma proposta apresentada pelo bastonário da Ordem dos Engenheiros, Fernando Santo.

Alexandra Noronha anoronha@negocios.pt 27 de Março de 2007 às 14:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Mário Lino rejeitou hoje a hipótese de atrasar o lançamento do concurso para a construção do aeroporto da Ota, face a uma proposta apresentada pelo bastonário da Ordem dos Engenheiros, Fernando Santo.

Na polémica que se tem gerado nos últimos tempos acerca do novo aeroporto da Ota, uma das propostas em cima da mesa seria atrasar o lançamento do concurso, que está previsto para o segundo semestre e que tornará irreversível o processo.

O objectivo seria levar a cabo estudos em outros locais para saber se ainda é possível mudar a localização do aeroporto. Mas o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações salienta que o projecto vai avançar dentro dos moldes e datas já estabelecidos.

O ministro esteve hoje presente na 15ª edição da conferência da AECOPS (Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas) onde deu também conta das alterações legislativas no sector que passam pela conclusão do já atrasado Código dos Contratos Públicos e pela revisão da lei dos alvarás.

Nesta última, Mário Lino adiantou que já deu ordem ao secretário de Estado das Obras Públicas para começar a estudar o processo que vai alterar as condições que cada construtora terá que apresentar no acesso ao alvará (obrigatório para o desempenho da sua actividade).

Ver comentários
Outras Notícias