Empresas Máximo dos Santos: "Agora, só podemos limitar os danos da resolução bancária"
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Máximo dos Santos: "Agora, só podemos limitar os danos da resolução bancária"

O modelo de resolução sofre de “excesso de rigidez”, aponta o líder do primeiro grande banco alvo desta medida. Máximo dos Santos critica ainda a “irracionalidade” da Concorrência europeia. Ao Banco de Portugal espera acrescentar o olhar de jurista.
Máximo dos Santos: "Agora, só podemos limitar os danos da resolução bancária"
Miguel Baltazar

A "rigidez" da resolução bancária, exige que se faça "o trabalho de casa para evitar danos maiores", defende Máximo dos Santos. O futuro administrador do Banco de Portugal (BdP) apela a maior coordenaçã

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI