Empresas McDonald’s despede CEO devido a relação com colega

McDonald’s despede CEO devido a relação com colega

Em comunicado, a empresa diz que Steve Easterbrook demonstrou "um fraco discernimento" ao envolver-se com alguém que trabalha na McDonald’s, à revelia das normas internas.
McDonald’s despede CEO devido a relação com colega
EPA
Rita Faria 03 de novembro de 2019 às 22:37

A McDonald’s despediu o CEO Steve Easterbrook, por este se ter envolvido num relacionamento consensual com uma pessoa que trabalha na empresa, violando as regras da cadeia de fast-food.

 

Segundo a Bloomberg, na sexta-feira, o conselho de administração votou favoravelmente o afastamento de Easterbrook, depois de ter investigado a suposta relação do presidente executivo da empresa.

 

Em comunicado, a McDonald's revela que Steve Easterbrook demonstrou "um fraco discernimento" ao envolver-se com alguém que trabalha na McDonald's, à revelia das normas internas.

 

"Isto foi um erro. Tendo em conta os valores da empresa, concordo com o conselho de administração de que é altura de ir embora", escreveu Easterbrook, num email enviado aos funcionários este domingo, citado pelo The Wall Street Journal.

 

Chris Kempczinski, presidente da área de negócio dos Estados Unidos, que entrou na empresa em 2015, será o novo CEO da McDonald’s.

 

Joe Erlinger, que entrou na empresa em 2002, vai assumir o lugar de presidente dos negócios nos EUA. A McDonald's tem mais de 38.000 restaurantes em 100 países, incluindo 14.000 nos EUA.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI