Media Media Capital negoceia em bolsa 4,7 vezes acima do preço pago por Mário Ferreira

Media Capital negoceia em bolsa 4,7 vezes acima do preço pago por Mário Ferreira

A Media Capital está avaliada em bolsa perto dos 200 milhões de euros, quase metade do valor de mercado da espanhola Prisa, numa altura em que o setor dos media está sob forte pressão.
Negócios 21 de maio de 2020 às 16:32

A Media Capital transacionou apenas duas vezes desde que a Prisa anunciou a venda de uma posição de 30,22% à Pluris, de Mário Ferreira, com os negócios a serem feitos a 2,34 euros, uma enorme disparidade face ao valor pago pelo empresário.

 

A 14 de maio o dono da Douro Azul fechou um acordo com os espanhóis da Prisa para comprar 25.539.883 ações da Media Capital por um total de 10,5 milhões de euros. O negócio tem implícito um preço de 0,4111 euros por cada ação da Media Capital.

 

Mas na bolsa a dona da TVI está a cotar num valor 4,7 vezes acima do que foi pago por Mário Ferreira para ficar com menos de um terço do capital da cotada controlada pelos espanhóis da Prisa.

 

A Media Capital tem um "free float" inferior a 1% do capital e, por isso, um histórico de reduzida liquidez na praça portuguesa. Este ano regista uma média de 487 ações transacionadas por dia.

 
Esta quinta-feira transacionou apenas cinco ações, a 2,34 euros cada uma. Foi apenas o segundo dia em que a dona da TVI negociou em bolsa desde que a Prisa anunciou a venda de uma posição de 30,22% do capital à Pluris, de Mário Ferreira. Na sessão de 15 de maio foram transacionadas 499 ações, também a 2,34 euros cada uma. Estes dois dias de negociação não foram suficientes para Media Capital ajustar em bolsa aos termos do negócio que foi anunciado a 14 de maio.

Tendo em conta a cotação atual, a Media Capital está avaliada em Bolsa em 197,8 milhões de euros, o que representa quase metade do valor de mercado da espanhola Prisa (411,7 milhões de euros), que além da posição na dona da TVI controla outros ativos relevantes de media, como o jornal espanhol El Pais.

 

Desde o início do ano a Media Capital acumula uma valorização de 6,36%, o que contrasta com a queda de 59% das ações da Prisa. No mesmo período a Impresa recua 40,4% e a Cofina desvaloriza 35,1%. O Stoxx Media, índice para os setor dos media na Europa, recua 23,8%.

 

O valor de mercado da Media Capital compara com a avaliação de 21 milhões de euros que o mercado está a fazer à Impresa e 27,2 milhões de euros à Cofina.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI