Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mercado das tecnologias de informação pode crescer 2,6% em 2016

O mercado das tecnologias de informação pode vir a crescer 2,6% em 2016 para os 4,1 mil milhões de euros. A previsão é da IDC, que também revela quais serão as 10 mudanças nesta indústria para os próximos anos.

André Vinagre andrevinagre@negocios.pt 26 de Janeiro de 2016 às 18:10
  • Partilhar artigo
  • ...

A IDC, empresa de consultoria e organização na área das tecnologias de informação, apresentou esta terça-feira, 26 de Janeiro, a sua previsão para os próximos anos deste sector. Para 2016, a empresa aponta para um crescimento do mercado nacional na ordem dos 2,6% para os 4,1 mil milhões de euros.

 

Este estudo aponta também para a queda do mercado nacional dos serviços de telecomunicações já a partir de 2016, com uma queda de 2%, atingindo os 4,4 mil milhões de euros.

 

O estudo do IDC, intitulado "FutureScape Portuguese ICT Industry 2016 Predictions", apresenta também a sua visão para as 10 mais importantes alterações previstas para o mercado das tecnologias de informação para os próximos anos. Alterações estas que irão redefinir a liderança no mercado nos próximos anos, diz a empresa em comunicado enviado às redacções.

 

O estudo do IDC aponta para uma transformação digital já a partir de 2017, com a maioria dos CEO a ter a transformação digital como centro da sua estratégia corporativa.

 

Para a empresa de consultoria em tecnologias de informação, em 2018 mais de metade das despesas com tecnologias de informação das organizações vai estar relacionada com a 3.ª plataforma, como as tecnologias móveis.

 

A empresa diz também que, em 2019, metade das despesas de tecnologias de informação será em serviços "cloud". Antes disso, em 2018, as organizações com estratégias digitais vão aumentar a capacidade de desenvolvimento de "software" e, também em 2018, a IDC prevê que a maioria das organizações inicie projectos com dados externos e que existam mais de 30 milhões de equipamentos de "internet das coisas" (junção dos aparelhos do dia-a-dia com a internet) só em Portugal.

 

Já em 2016, a IDC estima que 20% das organizações nacionais iniciem projectos com sistemas cognitivos e que a maioria das organizações B2C (da organização para o consumidor) tenha projectos omnicanal (vários canais de venda para um consumidor).

 

O estudo da IDC antecipa ainda que em 2018 a administração pública e a banca vão liderar a criação de plataformas sectoriais.

 

Já em 2020, a empresa diz que mais de 30% dos fornecedores de tecnologias de informação não vão existir como os conhecemos.

 

A empresa explica que chegou a estas conclusões com base na unidade de "research" da IDC, desenvolvida por mais de mil analistas.

Ver comentários
Saber mais IDC tecnologias informação tecnologias de informação
Outras Notícias