Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Metro ligeiro no Sul do Tejo custa 27 milhões por quilómetro

O projecto contou com um apoio comunitário (FEDER) de 75 milhões de euros e a concessionária teve de fazer ainda um investimento de 55 milhões em bilhética e material circulante, noticia hoje o “Correio da Manhã”.

Negócios negocios@negocios.pt 30 de Abril de 2007 às 08:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O projecto contou com um apoio comunitário (FEDER) de 75 milhões de euros e a concessionária teve de fazer ainda um investimento de 55 milhões em bilhética e material circulante, noticia hoje o "Correio da Manhã".

José Sócrates inaugura hoje, na companhia do ministro e da secretária de Estado dos Transportes, o primeiro troço, que liga Corroios à Cova da Piedade em 11 minutos.

O serviço comercial, mais de um ano e quatro meses depois do previsto para toda a rede, só arranca amanhã mas há mais de uma semana que os comboios estão a circular, realizando testes de maquinaria e tecnologia.

Ensaios que permitem aos peões e aos automóveis habituarem-se progressivamente ao metro, que terá prioridade total.

Todas as estações do metro são servidas por autocarros dos Transportes Sul do Tejo ou da Carris (carreiras n.º 52 e 53) na Cova da Piedade e por comboios (Corroios), integrando assim a rede de transportes suburbanos.

A integração com o sistema existente passa igualmente pelos títulos, os cartões Sete Colinas e Lisboa Viva, o que permite conjugar os vários meios de transporte (comboios, barcos e autocarros) através do pagamento de complementos.

A primeira linha do Metro Sul do Tejo terá uma frequência de cinco minutos, nas horas de ponta dos dias úteis, entre Corroios e a Cova da Piedade, com paragens na Casa do Povo, St.º Amaro, Laranjeiro, António Gedeão e Parque da Paz.

Os passes mensais custam 15, 11,25 e 8,25 euros conforme se trate, respectivamente, de um adulto, de uma criança até aos 12 anos ou de um utilizador com mais de 65 anos.


Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias