Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Michael Dell tem duas ofertas concorrentes pela frente na compra da Dell

A Blackstone e o magnata Carl Icahn apresentaram planos preliminares para a aquisição de parte da fabricante norte-americana. O valor avançado poderá levar a propostas maiores que as do fundador da Dell.

4. Dell, Tecnologia;
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 25 de Março de 2013 às 13:41
  • Partilhar artigo
  • ...

A norte-americana Dell pode vir a ficar cotada em bolsa. Há duas ofertas preliminares para a compra da fabricante de computadores que prevêem manter parte do capital da empresa na mão de vários accionistas, ao contrário da proposta original do seu fundador, Michael Dell.

 

O comité do conselho de administração da Dell que está responsável pelo processo de análise de propostas rivais confirmou esta segunda-feira, 25 de Março, que a empresa de investimento Blackstone e o magnata americano Carl Icahn fizeram duas ofertas pela Dell - não vinculativas ainda.

 

Estas duas propostas vêm rivalizar com a inicialmente avançada pelo fundador, presidente executivo e presidente do conselho de administração da empresa, Michael Dell, em parceria com o grupo Silver Lake.

O comité indica, em comunicado, que “pode-se esperar que ambas resultem em propostas de valor superior”. Com um preço de 13,65 dólares por acção, a proposta original fica aquém das agora anunciadas. De acordo com a Reuters, o empresário Icahn ofereceu 15 dólares por acção, mas para adquirir apenas 58% da companhia, enquanto a Blackstone se terá proposto a adquirir cada acção da empresa por 14,25 dólares.

 

Segundo a Bloomberg, estes desenvolvimentos fazem com que o empresário e a Silver Lake tenham de elevar a sua oferta. O objectivo desta proposta, de acordo com a agência de informação, é a de que a empresa seja transformada num centro de tratamento de dados e de “software” para empresas. Para isso, o “chairman” quer que a Dell deixe de estar cotada, para que não seja precisa aprovação accionista para que os seus planos sejam concretizados.

 

Estas duas propostas distintas, ao contrário da de Dell, não prevêem a retirada total de bolsa. Se Icahn se fica pelos 58% da companhia, a Blackstone só irá adquirir a porção de capital que os accionistas quiserem vender. Assim, ficará uma parte da empresa cotada.

 

Michael Dell poderá estar disposto a explorar a possibilidade de trabalhar com as três partes, sublinha ainda a Reuters.

Ver comentários
Saber mais Michael Dell Dell Blackstone Carl Icahn
Outras Notícias