Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Microsoft em conversações para investir na Yahoo

A gigante tecnológica junta-se à lista de potenciais interessados na empresa liderada por Marissa Mayer, numa altura em que a Yahoo procura compradores para o seu negócio fundamental.

Bloomberg
Inês F. Alves inesalves@negocios.pt 28 de Março de 2016 às 11:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Escreve a Reuters que, segundo uma fonte próxima do processo negocial, a Microsoft está em conversações preliminares com investidores interessados em comprar a Yahoo, que tem vindo a enfrentar problemas financeiros.

Adianta a fonte da Reuters que a iniciativa partiu dos investidores privados e que a Microsoft está focada em preservar as relações que tem com a empresa liderada por Marissa Mayer. A Yahoo e a Microsoft tem acordos vigentes ao nível da publicidade e da pesquisa.

A Yahoo, que fechou 2015 com prejuízos de 4.435 milhões de dólares (4.063 milhões de euros) face a lucros de 152 milhões de euros um ano antes, começou a abordar compradores em Fevereiro deste ano.

O objectivo da empresa é vender participações do ser negócio "core" que inclui o serviço de email, de pesquisa (motor de busca) e de notícias (portal).

À data, noticiava a Bloomberg, entre os potenciais interessados na Yahoo estavam a Verizon Communications, a Comcast, a AT&T, assim como a Bain Capital Partners, a KKR & Co e a TPG.

Na última quinta-feira, 25 de Março, o fundo Starboard Value, que detém cerca de 1,7% da empresa, exigiu a reformulação do conselho executivo, incluindo do lugar ocupado por Marissa Mayer, CEO quer comanda os destinos da empresa há quase quatro anos e que tem sido pressionada pelos accionistas para apresentar resultados.

Face aos prejuízos de 2015, a Yahoo tem um curso um processo de reestruturação que inclui um corte de 15% na força de trabalho e o encerramento de operações em cinco localizações. A empresa pretende ainda reduzir despesas este ano na ordem dos 365 milhões de euros por dia e aumentar em 8% as receitas de publicidade. A venda de activos deverá render entre 915 a 2.750 milhões de euros.

Recorda a Reuters que o interesse da Microsoft na Yahoo tem lugar quase uma década depois de Steve Ballmer ter oferecido 45 mil milhões de dólares (40,3 mil milhões de euros) pela Yahoo. A incursão do então CEO da Microsoft, em 2008, não teve sucesso.

Ver comentários
Saber mais Reuters Microsoft Yahoo Marissa Mayer Bloomberg Verizon Communications Starboard Value tecnologia empresas
Outras Notícias