Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Midas investe 1,5 milhões de euros em 2003

A Midas, empresa de reparações rápidas para o sector automóvel, detida em 50% pela Galp vai investir através dos seus franchisados cerca de 1,5 milhões de euros em 10 novos centros que vão abrir ao público em 2003.

Paulo Soares de Oliveira 12 de Dezembro de 2002 às 09:34
  • Partilhar artigo
  • ...
A Midas, empresa de reparações rápidas para o sector automóvel, detida em 50% pela Galp vai investir através dos seus franchisados cerca de 1,5 milhões de euros em 10 novos centros que vão abrir ao público em 2003, disse ao Negocios.pt Ricardo Kendall, administrador da empresa.

Segundo o mesmo responsável, a multinacional norte-americana de reparação automóvel, deverá abrir mais quatro centros na grande Lisboa, dois no grande Porto, um no alto Minho, e três centros nas localidades de Vila Franca de Xira, Lavradio e Setúbal.

A empresa, detida em 50% pela Galp, vai atribuir um franchising de exploração a sete destes centros «que serão jurídica e financeiramente independentes, mantendo a seu cargo a exploração de um centro em Lisboa, outro no Porto e um no Minho», refere a mesma fonte.

O plano de investimentos integra-se na estratégia desenvolvida pela Galp e pela Midas em abrir 60 centros até 2005, situados em alguns dos mais de 1000 postos de abastecimento que a petrolífera nacional detém em Portugal.

Desde que a petrolífera portuguesa adquiriu uma participação maioritaria no capital da Midas Portugal em Março deste ano, já foram abertos quatro centros nos postos de abastecimento das Amoreiras, Alfragide, segunda circular junto ao desvio para Sacavém e Oeiras.

Kendall considera que «a facturação total deste mercado de oficinas rápidas de automóveis em Portugal cresceu nos últimos dois anos 15,3% de 1,3 mil milhões de euros para 1,5 mil milhões de euros este ano».

O número total de empresas de oficinas rápidas de consumíveis para automóveis que se instalou em Portugal duplicou no mesmo período, contando actualmente com as marcas Midas, Norauto, Precision e Station Marché. Esta última empresa deverá ter uma facturação de 15 milhões de euros em 2002.

Outras Notícias