Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Miguel Almeida reconduzido por mais três anos à frente da Nos

Os accionistas da Nos acordaram renovar o mandato de Miguel Almeida à frente da operadora por mais três anos.

O Haitong avalia as acções da Nos em 7,60 euros, o que implica um potencial de valorização 41%. A recomendação é de comprar.

O banco de investimento assinala que depois de um período de “forte crescimento e investimentos, a Nos atingiu as suas metas de quota de mercado e crescimento dois anos antes do previsto”. 2017 deverá ser um “ano muito importante” para a empresa liderada por Miguel Almeida, pois deverá marcar uma inflexão na estratégia da cotada, passando a privilegiar a geração de “cash flow” e a remuneração aos accionistas, em detrimento da conquista de quota de mercado.

Devido ao reduzido nível de endividamento, o Haitong estima que a Nos seja “mais agressiva” no seu compromisso com o pagamento de dividendos, “compensando os investidores pela espera nos últimos anos marcados pelo forte investimento”. A estimativa aponta para um dividendo por acção de 25 cêntimos a pagar este ano, o que compara com 16 cêntimos no ano passado. Em 2018 a remuneração accionista deverá subir para 38 cêntimos e em 2019 para 46 cêntimos.
Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 18 de Março de 2016 às 11:18
  • Partilhar artigo
  • ...

A Sonae e a empresária Isabel dos Santos decidiram renovar o mandato de Miguel Almeida como presidente executivo da Nos por mais três anos. A informação foi adiantada na quinta-feira por Ângelo Paupério, co-presidente executivo da Sonae, accionista da Nos através da Zopt – empresa que controla 50% do capital da operadora e é detido em iguais partes pelo grupo de distribuição e pela empresária Isabel dos Santos.

O mandato de Miguel Almeida tinha terminado no final do ano passado. Mas, durante a conferência de apresentação de resultados da Sonae, Ângelo Paupério garantiu que já há acordo para "assegurar uma solução de continuidade para um novo mandato".

O responsável sublinhou que a avaliação do desempenho da actual comissão executiva da Nos é "extramente positiva" e que os resultados em 2015 ultrapassaram "os objectivos propostos" e evidenciaram melhorias em "todos os indicadores operacionais e financeiros", acrescentou Ângelo Paupério, citado pela Lusa.

 

Ver comentários
Saber mais Sonae Isabel dos Santos Miguel Almeida Ângelo Paupério Nos Zopt
Outras Notícias