Empresas Ministro da Economia diz que haverá 10 mil milhões de investimento público em 4 anos

Ministro da Economia diz que haverá 10 mil milhões de investimento público em 4 anos

O ministro da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje no parlamento, no debate do Programa de Governo, que haverá 10 mil milhões de euros para investimento público durante a legislatura.
Ministro da Economia diz que haverá 10 mil milhões de investimento público em 4 anos
Bruno Teixeira Pires
Lusa 30 de outubro de 2019 às 20:22

"O investimento público, em várias áreas, crescerá a um ritmo superior a 10% ao ano durante a legislatura, atingindo um valor de 10.000 milhões de euros no quadro da legislatura", afirmou Pedro Siza Vieira num discurso na Assembleia da República, em Lisboa.


A este montante "somar-se-ão mais de 3.000 milhões de euros de investimento privado nos portos e no reforço da capacidade aeroportuária em Lisboa e no Porto", o que segundo o também ministro de Estado e número dois do Governo, "constituirá, por si só, um fator de crescimento da economia".

Mas apesar do Governo "estar atento ao contexto externo e de ajustar a política económica, de forma responsável, à evolução da conjuntura", as "políticas públicas têm mesmo que apoiar o reforço do investimento público e privado".

"O Governo pretende usar os recursos ao seu dispor para o efeito", assegurou o ministro.

Pedro Siza Vieira disse que esses recursos compreendem "acelerar o ritmo do investimento público em áreas críticas, para assegurar infraestruturas modernas ao serviço das empresas e dos cidadãos".

De acordo com o programa de Governo, o investimento público compreende "a aposta na ferrovia, concluindo até ao fim da legislatura os investimentos previstos no ferrovia 2020, como o investimento previsto no corredor interior norte, no corredor interior sul e no corredor norte-sul".

O programa inclui ainda "o investimento na expansão dos metros de Lisboa e Porto e no sistema de mobilidade ligeira do Mondego", em "material circulante para aumentar a capacidade de resposta" nos metros, CP, Transtejo e sistema de mobilidade do Mondego.

O investimento público inclui ainda obras de renovação de vias, o programa nacional de regadios, no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e na modernização e requalificação de escolas.

Durante o seu discurso, Pedro Siza Vieira frisou o contexto de incerteza económica mundial, referindo que "a tensão mantém-se entre as principais economias mundiais".

"Portugal tem continuado a crescer acima da média europeia, mas a um ritmo inferior aos anos anteriores", reconheceu o número dois do Governo.


 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI