Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Minoritários terão 30,7% do capital da Energias do Brasil

A Energias do Brasil, empresa brasileira da EDP, anuncia as relações de troca a oferecer aos minoritários no âmbito da cotação no Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), confirmando, tal como referiu o Jornal de Negócios Online, que os mi

Bárbara Leite 08 de Abril de 2005 às 11:49

A Energias do Brasil, empresa brasileira da EDP, anuncia as relações de troca a oferecer aos minoritários no âmbito da cotação no Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), confirmando, tal como referiu o Jornal de Negócios Online, que os minoritários ficarão com 30,7% do capital da nova empresa que agregará as actuais três distribuidoras cotadas em bolsa, estando marcado para 29 de Abril, as assembleias gerais para aceitação dos termos oferecidos.

Segundo explicou Martins da Costa, presidente executivo em conferência de imprensa, esta semana, caso as assembleias gerais aprovem, pode dizer-se que está concluída a operação. Os minoritários que não aceitaram a troca, vão receber o referente valor em dinheiro.

Em comunicado hoje à imprensa no Brasil, a Energias do Brasil refere que os accionistas terão vantagens em aceitar a oferta, uma vez que a empresa vai no mínimo distribuir 25% dos lucros em dividendos e estes vão beneficiar de uma empresa com muitos mais activos.

Os termos de troca oferecidos foram baseados em avaliações independentes de bancos brasileiros e internacionais, salienta a empresa, assegurando que até 30 de Novembro deste ano, a Energias do Brasil estará cotada no Bovespa.

No âmbito desta operação auditores avaliaram a Energias do Brasil em 38,52 reais (11,55 euros) por acção, a que corresponde um total de 1.997.480.000 reais (599,134 milhões de euros).

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio