Empresas Monsanto estuda compra de activos das alemãs Bayer e BASF

Monsanto estuda compra de activos das alemãs Bayer e BASF

Depois de falhada a compra da Syngenta em 2015, a companhia norte-americana está a estudar a compra de activos das companhias químicas alemãs num momento de consolidação do sector químico mundial.
Monsanto estuda compra de activos das alemãs Bayer e BASF
Peter Newcomb/Bloomberg/Getty
Negócios 21 de março de 2016 às 11:28
A Monsanto está interessada em activos das empresas químicas alemãs BASF e Bayer. O interesse surge depois de falhada a compra da Syngenta em 2015, o maior fabricante mundial de pesticidas.

A companhia norte-americana de agricultura e biotecnologia apresentou uma proposta para a compra da operação de colheitas da BASF e também estará interessada na realização de parcerias com a empresa alemã, segundo fontes citadas pela Bloomberg está segunda-feira, 21 de Março. No entanto, ainda não foi alcançado nenhum acordo.

Em relação à Bayer, gestores das duas empresas reuniram-se recentemente em Chicago, nos Estados Unidos. A Monsanto está interessada em comprar duas unidades de culturas agrícolas da Bayer, incluindo uma para culturas de algodão. As negociações continuam a decorrer e a Monsanto pode vir a apresentar uma proposta por toda a operação de culturas agrícolas da Bayer.

O interesse pelas químicas alemãs surge depois de a Monsanto ter estado interessada na Syngenta, o maior produtor mundial de pesticidas. A norte-americana chegou a oferecer 41 mil milhões de euros, ou 470 francos suíços por acção, em 2015, mas a empresa suíça rejeitou a proposta. Já este ano, a Syngenta foi adquirida por 39 mil milhões de euros pela empresa pública chinesa ChemChina.

Este é um momento de consolidação no sector químico mundial, depois da aquisição da Syngenta e depois da fusão das norte-americanas Dow Chemical e DuPont por 130 mil milhões de dólares em Dezembro.

A Monsanto encontra-se agora numa "posição relativamente franca e está a olhar para tudo o que está disponível", disse à Bloomberg o analista do alemão Landesbank Baden-Württemberg, Ulle Woerner.

As acções da BASF estão a subir 1,64% para 67,57 euros, enquanto as acções da Bayer valorizam 3,47% para 102,70 euros.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI