Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mota-Engil investe 226 milhões na ampliação do terminal de contentores de Alcântara

A Mota-Engil anunciou a assinatura de um Memorando de Entendimento com vista à ampliação do Terminal de Contentores de Alcântara entre o Estado Português, a Administração do Porto de Lisboa (APL), a Refer, e a Liscont –Operadores de Contentores.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 28 de Abril de 2008 às 12:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Mota-Engil anunciou a assinatura de um Memorando de Entendimento com vista à ampliação do Terminal de Contentores de Alcântara entre o Estado Português, a Administração do Porto de Lisboa (APL), a Refer, e a Liscont –Operadores de Contentores.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa liderada por António Mota anunciou que este memorando "define os princípios base de um aditamento ao Contrato de Concessão do Direito de Exploração, em Regime de Serviço Público do Terminal de Contentores de Alcântara, a contratualizar no prazo máximo de 90 dias, ao abrigo do qual se irá implementar um ambicioso plano de ampliação desta infraestrutura, num montante total de investimento de 226 milhões de euros, e bem assim, regular a forma do correlativo reequilíbrio económico-financeiro traduzido na prorrogação do respectivo prazo da concessão em 27,5 anos."

Este projecto pretende sustentar o grande crescimento da movimentação no terminal, uma vez que, mantendo-se as actuais taxas de crescimento esta infraestrutura atingirá o ponto de saturação até 2012), e as taxas de crescimento do tráfego naquele que é o principal porto do país e que serve 5 milhões de pessoas.

Na edição de hoje, o "Diário Económico" avançava que a empresa, através da Liscont, iria investir 226,7 milhões de euros na ampliação do terminal de contentores de Alcântara.

As acções da Mota-Engil [EGL] seguiam em alta de 1,97% para os 5,69 euros.

Ver comentários
Outras Notícias