Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Murdoch aproveita reestruturação e sai da News Corp após os escândalos no Reino Unido

O dono da News Corp. abandonou o conselho de administração de várias das suas publicações no Reino Unido e EUA e justifica saída com a cisão do grupo. Analistas dizem que é reacção ao escândalo "News of the World".

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 23 de Julho de 2012 às 12:40
  • Partilhar artigo
  • ...
Rupert Murdoch abandonou a presidência do conselho de administração da News International, dona das publicações “Times”, “Sunday Times” e “Sun”. Deixou também o conselho de administração da Newscorp Investments e da Times Newspaper Holdings, revela a Bloomberg que cita comunicados da empresa.

A decisão é apresentada como “nada mais do que um exercício de limpeza doméstica” antes da cisão do grupo em duas unidades – uma detentora do negócio editorial e outra para o negócio de cinema e televisão.

O líder histórico de um dos maiores grupos de telecomunicações vai continuar a liderar os conselhos de administração das duas “holdings” principais. No entanto, o abandono dos conselhos de administração das unidades directamente detentoras dos jornais é visto como um afastamento da família das publicações no seguimento do escândalo de escutas do antigo diário londrino “News of the World”.

A Bloomberg observa que a saída de Rupert Murdoch foi precedida pela do seu filho, James Murdoch, no desenrolar dos inquéritos ao escândalo de escutas ilegais levadas a cabo pelo semanário sensacionalista do grupo no Reino Unido.

“Faz tudo parte de uma saída [da família] do Reino Unido”, disse a analista do negócio de telecomunicações da Enders Analysis, Claire Enders, à Bloomberg.

“Trata-se de uma dissociação contínua [dos jornais] com os Murdochs como família porque, apesar de tudo, entre James e Rupert Murdoch não existem muitas diferenças na relação com as operações de imprensa escrita no Reino Unido, o que é visto como um fardo para o restante negócio”, explicou a analista.
Ver comentários
Saber mais Rupert Murdoch News Corp reforma
Outras Notícias