Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Negociação para compra 33,33% da Sport TV envolve regularização da dívida da RTP

As negociações entre o Grupo PT e a RTP, para a compra da posição na Sport TV, vai envolver a regularização das dívidas da estação televisiva pública à empresa de telecomunicações, anunciou Zeinal Bava.

Bárbara Leite 26 de Maio de 2003 às 13:29
  • Partilhar artigo
  • ...
As negociações entre o grupo Portugal Telecom e a RTP, para a compra da posição na Sport TV, canal de desporto pago na TV Cabo, vai envolver a regularização das dívidas da estação televisiva pública à empresa de telecomunicações, anunciou Zeinal Bava, presidente da PT Multimédia.

«Há um encontro de contas que vai ser feito (entre a PT e a RTP)», adiantou o também administrador financeiro do grupo PT, que detém 56% do capital da PT Multimédia.

A PT está disposta a adquirir a posição de 33,33% do capital da Sport TV detida pela RTP, confirmou Zeinal Bava.

«Se comprássemos uma participação ou um activo à RTP e (a estação de televisão) me deve dinheiro, (a RTP) está à espera que eu faça um encontro de contas», acrescentou o administrador financeiro da PT.

Esta eventual regularização das dívidas «não tem nada a ver» com as dívidas da RTP à PT Comunicações, operadora de telefonia fixa.

«A solução da dívida da RTP à PTC, está negociada. Há um contrato de dívida que está a ser cumprido pela RTP e há um plano de pagamentos», revelou Zeinal Bava.

No âmbito do reforço do capital da Sport TV, «estamos a trabalhar construtivamente com a RTP, para ver se arranjamos uma solução, resolvendo a relação fornecedor/cliente e como parceiro», destacou Zeinal Bava.

No âmbito da racionalização de custos, a RTP colocou à venda a sua posição na Sport TV, que segundo avançou Luís Marques, administrador da televisão estatal estará avaliada em 60 milhões de euros. A PT terá oferecido 18 milhões de euros pela referida posição, ou seja, praticamente, um terço do valor pretendido.

As acções da PT Multimédia cotavam nos 15,46 euros, a cair 0,90%.

Ver comentários
Outras Notícias