Tecnologias Newark oferece mil milhões para atrair nova sede da Amazon

Newark oferece mil milhões para atrair nova sede da Amazon

A disputa regional para a segunda sede da Amazon.com está nos “finalmentes”. Uma das concorrentes menos charmosas tenta atrair a gigante com até mil milhões de dólares em incentivos fiscais.
Newark oferece mil milhões para atrair nova sede da Amazon
Reuters
Bloomberg 11 de agosto de 2018 às 18:00

Newark, a maior cidade do Estado de Nova Jersey, prepara-se para aprovar o montante, parte do pacote de sete mil milhões de dólares que o governo estadual já ofereceu à Amazon para atrair a segunda sede, já conhecida como HQ2. Uma assembleia municipal deve aprovar isenções sobre a folha de pagamentos para qualquer empresa que criar mais de 30.000 empregos e investir três mil milhões de dólares na cidade nos próximos 20 anos.

Os incentivos aplicar-se-ão a outras companhias se a Amazon decidir construir o seu campus de cinco mil milhões noutro lugar, revelou Aisha Glover, presidente da Newark Community Economic Development, que supervisiona oportunidades de negócios.

"Isto não é uma legislação da Amazon", disse Glover. "Isto é para projectos transformadores."

É certamente um dos maiores pacotes de subsídios oferecidos pelos 20 finalistas, incluindo Los Angeles, Denver, Miami, Nova Iorque, Boston, três áreas em torno da capital federal Washington, além de Toronto. Na sua maioria, as autoridades locais não revelaram o que ofereceram.

 

A companhia de e-commerce de Seattle anunciou no ano passado que planeava uma segunda sede para acomodar até 50.000 funcionários nos próximos 18 anos, iniciando uma concorrência que começou com 238 localizações interessadas. A disputa foi tão acirrada que St. Louis foi eliminada apesar de ter apresentado uma proposta de 7,1 mil milhões de dólares. A Amazon informou que vai tomar uma decisão até o fim do ano.

 

Infraestrutura robusta

Newark não tem as credenciais de Nova Iorque ou Los Angeles, sedes de inúmeras grandes empresas. O que a cidade tem são quatro super-rodovias, um porto grande, um aeroporto internacional e duas grandes estações de comboio urbano que fazem a ligação a Nova Iorque. Os preços de imóveis residenciais são menores do que na maior parte da região. Newark já é sede da Audible, subsidiária da Amazon especializada em áudio-livros.

 

Entre as finalistas, destacam-se Newark e o Condado de Montgomery, no Estado de Maryland, com um pacote de incentivo que pode chegar a 6,5 mil milhões. Essas ofertas tão vistosas tendem a criar riscos maiores, eliminando os potenciais ganhos para o local, de acordo com a Good Jobs First, organização sem fins lucrativos que analisa acções de desenvolvimento económico.

 

"O leilão público foi feito para que todos fossem mais agressivos", disse o director-executivo da associação, Greg LeRoy. "Eles tentam aproveitar o enorme número de propostas que nunca tiveram a oportunidade de vencer para negociar de uma posição mais forte com os sítios que já estavam na lista de finalistas até antes de a empresa anunciar o plano."

 

A Amazon afirma que investiu mais de 100 mil milhões nos EUA, gerou 200.000 empregos e contribuiu com dezenas de milhões de dólares para casas para famílias de rendimentos baixos. A companhia calcula que cada dólar seu investido em Seattle gerou 1,40 dólares para a economia da cidade.

 

Projectos famosos

Newark superou uma reputação de cidade pobre e violenta com grandes projectos imobiliários erguidos nos últimos anos, incluindo uma nova torre de escritórios da Prudential Financial, um armazém de retalho reformado no centro que agora conta com um supermercado Whole Foods, um prédio residencial de luxo chamado Theater Square e o complexo residencial Teachers Village.




pub