Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nissan lucrou menos 13% no último exercício

A Nissan registou no ano fiscal terminado em Março um lucro de 449,2 mil milhões de ienes (2,7 mil milhões de euros), o que se traduziu numa descida de 13,3% face ao exercício anterior.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 26 de Abril de 2007 às 16:51
  • Partilhar artigo
  • ...

A Nissan registou no ano fiscal terminado em Março um lucro de 449,2 mil milhões de ienes (2,7 mil milhões de euros), o que se traduziu numa descida de 13,3% face ao exercício anterior.

O grupo japonês conseguiu aumentar as receitas 2,9%, para 9,701 mil milhões de ienes (59,9 mil milhões de euros), mas o resultado operacional acabou por cair 13,3%, para 755,5 mil milhões de ienes (4,67 mil milhões de euros). A margem operacional piorou: passou de 9,2% no ano fiscal de 2005 para 7,8% no de 2006.

A Nissan está a implementar uma alteração do perímetro de consolidação das suas contas, tendo considerado para as subsidiárias na Europa, México, Tailândia e África do Sul um quinto trimestre (aos 12 meses de 2006 contabilizados nestas subsidiárias a Nissan acrescenta os primeiros três de 2007).

Com esta contabilidade as receitas ascenderam a 10,469 mil milhões de ienes (64,7 mil milhões de euros), tendo a margem operacional sido de 7,4%.

Na base comparável de 12 meses, as vendas da Nissan registaram um decréscimo de 2,4%, para 3,48 milhões de unidades. As vendas nos Estados Unidos da América desceram 4%, para 1,03 milhões de veículos, no Japão caíram 12,1%, para 740 mil unidades, e na Europa tiveram um recuo de 0,2%, para 540 mil unidades.

"O ano 2006 não aumentou os nossos resultados de forma a atingir os objectivos do [plano] Nissan Value-Up", reconhece o presidente da Nissan, Carlos Ghosn.

"No entanto, acreditamos que os compromissos estão dentro das capacidades da companhia e permanecemos empenhados em cumpri-los totalmente. Deste modo, decidimos alargar em um ano o período para cumprir todos os compromissos do Nissan Value-Up", afirma Ghosn, citado em comunicado pela Nissan.

No âmbito deste plano a Nissan propõe-se agora distribuir dividendos de 40 ienes (0,247 euro) por acção sobre os resultados do ano fiscal de 2007, que termina no final de Março de 2008. Relativamente ao exercício de 2006 a Nissan irá entregar aos accionistas 34 ienes (0,21 euro) por acção.

Outras Notícias