Telecomunicações Duas agências de "rating" classificam dívida da Nos em nível de investimento

Duas agências de "rating" classificam dívida da Nos em nível de investimento

Standard & Poor's e Fitch classificaram o risco da dívida da Nos. Ambas atribuíram nível de investimento de qualidade, ou seja, acima de "lixo".
Alexandra Machado 14 de março de 2018 às 17:04

O risco da dívida de longo prazo da Nos foi classificado por duas agências de "rating", tendo recebido, de ambas, uma classificação em grau de investimento.

De acordo com o comunicado da Nos, a Standard & Poor's atribuiu uma notação de BBB- e a Fitch de BBB, ambas tendo dado uma perspectiva ("outlook") estável.

As notações referidas estão em níveis de investimento, ou seja, acima de "lixo".

Para a Nos, a obtenção destas notações de crédito de longo prazo "reforça as condições para diversificar ainda mais as suas fontes de financiamento, estender a maturidade média da sua dívida e continuar a diminuir o seu já reduzido custo médio da dívida". Citado nesse mesmo comunicado, o presidente da empresa, Miguel Almeida, refere que estas classificações confirmam a "confiança da comunidade financeira na empresa, na sua estratégia e no seu sucesso futuro".

A Nos terminou o ano de 2017 com uma dívida líquida de 1.085 milhões de euros. O custo médio estava nos 1,9% no quarto trimestre, menos que os 2,1% um ano antes. No total do ano, o custo médio da dívida ficou nos 2%.

A maturidade média no final de 2017 era de três anos. A Nos tem afirmado ter uma estrutura de capital conservadora, com a dívida a representar 1,9 vezes o EBITDA.

A Standard & Poor's explicou a notação pela liderança na televisão por subscrição e vice-liderança na banda larga fixa e serviços móveis, assim como pelo investimento nas redes e a força da marca, "
que resultaram num forte crescimento orgânico", diz a Nos, atribuindo a explicação à agência de "rating", acrescentando que a empresa "tem um balanço sólido, uma política financeira conservadora, e uma geração de free cash flow robusta".

 

A Fitch, por seu lado, explica a notação pela "forte posição de mercado" da Nos, que tem "desenvolvido estratégias comerciais e de rede, bem como políticas financeiras, consistentes com o rating de BBB", além de dizer que "o cash flow sólido e a política consistente de remuneração accionista suportam as métricas financeiras alinhadas com o rating de BBB".




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
luis 14.03.2018

comprem COFINA vai disparar

sa 14.03.2018

claro que sim , as agencias tem participacao na NOS , ora bem , vamos dizer bem para que a accao suba e nos ganhamos , sem fazer nada . so letra ..

Lo 14.03.2018

Todos os Prices targets estão acima de 5,70 e a ação continua no lixo é porque ? Perguntem ao BPI. Down Grade. Êh eh êh .

NOS??? 14.03.2018

Nível é de corrupção. Essa operadora existe devido a dinheiro ROUBADO aos angolanos pela isabelita dos ovos. Sou incapaz de ter NOS

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub