Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nos lidera reclamações junto da Anacom

A Nos foi o prestador com maior número de reclamações na Anacom no ano passado, apesar das queixas contra a operadora estarem a diminuir. A Meo ocupa o último lugar.

Os analistas salientam o 'aumento significativo da quota de mercado nos últimos três anos' e destacam 'o desempenho operacional da Nos' para justificar a escolha da empresa como 'top pick'. Mas há um outro argumento que merece mais destaque: dividendos. Os analistas accreditam que a empresa vai apostar numa política de distribuição de lucros pelos seus accionistas mais atractiva. 'Actualmente prevemos que o dividendo possa aumentar a um ritmo médio anual de 28,5% entre 2016 e 2020 de 0,16 euros para 0,43 euros' no período em análise.  O CaixaBI avalia a Nos em 6,50 euros, o que confere às acções da operadora um potencial de subida de 16,5%.
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 05 de Maio de 2016 às 15:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Nos foi a operadora portuguesa com mais reclamações junto do regulador do sector. De acordo com um relatório da Anacom, divulgado esta quinta-feira "considerando o total de clientes de cada prestador, a Nos foi o prestador mais reclamado, atingindo as 1,98 reclamações por mil clientes".

Deste total, "43,1% referiram-se a problemas relacionados com os pacotes de serviços", detalha a Anacom. Aliás, as ofertas convergentes lideraram as queixas do sector que, no ano passado diminuíram 17,3% para 54.710.

O número de queixas conta a operadora liderada por Miguel Almeida diminuíram face a 2014, período onde a Nos registou uma taxa de reclamações de 2,68 por mil clientes.

A Cabovisão foi o segundo operador mais reclamado, com 1,37 queixas por mil clientes. Um número inferior à taxa de 1,83 (por mil clientes), registada no ano anterior.

Já a Vodafone, trocou de lugar com Meo, e passou a ser a terceira operadora com mais queixas: 1,17 por mil clientes.

A operadora que passou para as mãos da Altice no ano passado, ocupou o quarto lugar com 0,99 queixas por mil clientes. Em 2014, tinha registado uma taxa de 1,34 por mil clientes.

Vendas de serviços no topo

As questões relacionadas com a venda de serviços foi o assunto que gerou mais insatisfação juntos dos clientes no ano passado, tendo representado 18,2% do total.

Este tema, juntamente com o cancelamento do serviço (13,9%), as avarias de equipamentos (12,6%) e a facturação, representaram mais de metade das reclamações registadas pela Anacom em 2015 (56,9%).

Na sequência da análise das reclamações, enquadradas na esfera de intervenção da Anacom, o regulador desencadeou "as diligências adequadas às diferentes situações", tendo detectado indícios de incumprimento da legislação sectorial aplicável em cerca de 12,2% das reclamações analisadas", lê-se no mesmo relatório da Anacom.

Ver comentários
Saber mais Anacom Miguel Almeida Nos Cabovisão Vodafone Meo Altice reclamações
Outras Notícias