Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nova fábrica das conservas Ramirez em Matosinhos custou 18 milhões e já está a laborar

O investimento de 18 milhões de euros numa nova fábrica em Matosinhos vai concentrar a produção até aqui feita nas unidades de Peniche e de Leça da Palmeira, decorrendo neste momento essa transferência.

Lusa 22 de Maio de 2015 às 21:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A nova fábrica da empresa de conservas Ramirez, em Matosinhos, para onde estão a ser transferidas as unidades de Peniche e Leça da Palmeira, já está a laborar, faltando apenas implementar alguns departamentos, investimento de 18 milhões de euros.

 

Fundada em 1853, a Ramirez é uma empresa de conservas que já chegou à quinta geração da mesma família, tendo a nova fábrica em Matosinhos recebido hoje a visita do presidente da câmara, Guilherme Pinto.

 

O investimento de 18 milhões de euros numa nova fábrica em Matosinhos vai concentrar a produção até aqui feita nas unidades de Peniche e de Leça da Palmeira, decorrendo neste momento essa transferência.

 

De acordo com a informação da empresa avançada à agência Lusa, a laboração em Peniche encerrou em Março e a, 15 de Abril, a unidade de Leça da Palmeira também deixou de laborar.

 

"Desde o dia 4 de maio, os colaboradores da empresa realizam tudo, com um afinco assinalável, esquecendo que há sábados e domingos, para que a laboração entre em velocidade de cruzeiro o mais rapidamente possível", refere ainda fonte da empresa.

 

Só depois de todos os departamentos estarem instalados na nova fábrica é que a empresa pensará na inauguração deste investimento.

 

Esta visita de Guilherme Pinto inseriu-se num conjunto de três feitas hoje a investimentos no concelho, explicando o autarca à agência Lusa que "é importante passar a mensagem a outros potenciais investidores de que em Matosinhos está a acontecer um boom", transformando o concelho num "dos centros da economia na região Norte".

 

Na opinião do presidente independente da Câmara de Matosinhos, o grande número de investimentos em Matosinhos tem a ver com a proximidade ao Porto de Leixões, mas também com a capacidade da autarquia para "agilizar o investimento" e criar um ambiente favorável para as empresas se fixarem.

 

 

 

 

Ver comentários
Outras Notícias