Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novo Banco coloca 385,6 milhões de euros em créditos titularizados

O Novo Banco dispersou por investidores institucionais obrigações de um veículo com direitos de créditos a PME. O valor ascende a 385,6 milhões de euros, em linha com aquilo que tinha previsto.

Miguel Baltazar/Negócios
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 18 de Novembro de 2016 às 20:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O Novo Banco agregou créditos concedidos a pequenas e médias empresas num veículo. Agora, colocou obrigações desse veículo no valor de 385,6 milhões de euros em investidores institucionais.

 

"O Novo Banco, S.A. colocou com êxito junto de investidores institucionais a totalidade das obrigações de classe A no montante de 385,6 milhões de euros. A operação foi aprovada pela CMVM e a liquidação financeira ocorrerá no dia 22 de Novembro", indica um comunicado da instituição financeira.

 

Quando anunciou a operação, a 7 de Novembro, a instituição financeira liderada por António Ramalho indicava que a transacção seria no valor global de 725 milhões de euros. Cerca de 385 milhões seriam "pré-colocadas", nos referidos investidores institucionais, enquanto as restantes tranches de obrigações ficariam "retidas pelo Novo Banco".

 

A operação de securitização de direitos de crédito sobre PME, encabeçado pelo Deutsche Bank e pelo JP Morgan, "insere-se nas prioridades de gestão integrada da sua actividade de crédito a pequenas e médias empresas, mercado onde tem uma quota superior a 20%, e a colocação demonstra confiança do mercado internacional neste tipo de créditos a empresas portuguesas".

Esta é a terceira operação de securitização de direitos de crédito sobre PME, lembra a instituição financeira que, nos primeiros nove meses do ano (e apesar do lucro trimestral), apresentou prejuízos de 359 milhões de euros. 


 

Ver comentários
Saber mais Novo Banco António Ramalho
Mais lidas
Outras Notícias