Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novo Banco tem 2,8 mil milhões em imóveis para vender

O plano de reestruturação e capitalização do Novo Banco passa pela venda de imóveis e de activos considerados como não estratégicos. Ao todo, escreve esta quinta-feira o Diário Económico, o Novo Banco tem em carteira um conjunto de imóveis cujo valor ronda os 2,8 mil milhões de euros.

Negócios negocios@negocios.pt 08 de Outubro de 2015 às 10:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

O Novo Banco tem em carteira um conjunto de imóveis cujo valor ronda os 2,8 mil milhões de euros, de acordo com a edição desta quinta-feira, 8 de Outubro, do Diário Económico, que cita as contas semestrais da instituição. Estes activos deverão estar na base do plano de capitalização que está a ser preparado pela equipa de Stock da Cunha, acrescenta o mesmo jornal.

 

Segundo o Diário Económico, que cita fontes do mercado, a solução poderá passar pela venda de blocos de várias centenas de imóveis directamente a fundos de investimento internacionais directamente ou através da criação de um novo veículo posteriormente aberto a investidores.

 

O Novo Banco tem cerca de 14 mil imóveis, recebidos de clientes com créditos em incumprimento, uma situação, aliás, semelhante à de vários outros bancos, que têm optado por vendas em leilões. A estratégia do Novo Banco, no entanto, deverá ser outra, até pela necessidade de, rapidamente, reduzir o esforço de capitalização, o que permitirá, também, reduzir a injecção de capital por parte do Fundo de Resolução ou, futuramente, por parte do futuro comprador do banco, recorda ainda o Diário Económico.

Ver comentários
Saber mais Novo Banco Diário Económico Fundo de Resolução economia negócios e finanças
Outras Notícias