Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novos gestores do BCP têm 440 mil acções do banco

De acordo com a informação pública, apenas três dos actuais candidatos à administração do BCP são titulares de acções do banco. No total, Nelson Machado, Luís Pereira Coutinho e José João Guilherme possuem 440,2 mil títulos do banco, do qual são quadros s

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 28 de Dezembro de 2007 às 15:17
  • Partilhar artigo
  • ...

De acordo com a informação pública, apenas três dos actuais candidatos à administração do BCP são titulares de acções do banco. No total, Nelson Machado, Luís Pereira Coutinho e José João Guilherme possuem 440,2 mil títulos do banco, do qual são quadros superiores.

Os dados constam da lista de presenças da assembleia geral (AG) do BCP que teve lugar a 6 de Agosto último. Nessa reunião, em que acabou por não haver votação porque o sistema informático falhou, Pereira Coutinho era titular de 190.228 acções do banco, tendo delegado o seu poder de voto em Paulo Teixeira Pinto, então presidente da instituição.

As acções detidas pelos três administradores valem cerca de 1,2 milhões de euros, à cotação actual das acções.  

Já Nelson Machado, que era titular de 200 mil títulos, poderia ter exercido os seus direitos de voto pessoalmente ou porque esteve presente na AG ou porque utilizou os instrumentos de voto à distância disponibilizados aos investidores.

À semelhança de Pereira Coutinho, também José João Guilherme, que na altura possuía 50 mil títulos do BCP, delegou o seu poder de voto em alguém da administração, mais concretamente a Filipe Pinhal.

Além dos três gestores já referidos, são ainda candidatos à administração do BCP, Carlos Santos Ferreira, para o lugar de presidente; outros dois gestores oriundos da CGD – Armando Vara e Vítor Fernandes –; e Paulo Macedo, director do banco. O nome de nenhum destes quatro candidatos à administração do BCP consta da lista de accionistas presentes ou representados na AG de 6 de Agosto.

Outras Notícias