Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nuno Amado: "Autoridades, supervisores e Governo estão a actuar de forma adequada" no caso BES

O presidente do BCP acredita que as autoridades estão a trabalhar de "forma adequada" no caso do Grupo Espírito Santo/Banco Espírito Santo e que estão "a fazer tudo para acomodar a situação". Sobre a nova administração do BES, liderada por Vítor Bento, o presidente do BCP elogios à sua independência e conhecimentos.

Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Gago mjgago@negocios.pt 28 de Julho de 2014 às 18:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

"As autoridades, supervisores e Governo, estão a actuar de forma adequada", defendeu Nuno Amado sobre o caso GES/BES, durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados do BCP referentes ao primeiro semestre do ano, período em que registou um prejuízo de 62,2 milhões de euros, o que compara com um prejuízo de 488 milhões de euros registado no mesmo período do ano passado.

 

"Não tenho a mais pequena dúvida de que os supervisores estão a fazer tudo para acomodar a situação", afirmou o responsável.

 

Sobre a nova administração do BES, liderada por Vítor Bento, o presidente do BCP elogios à sua independência e conhecimentos. "Desejo as maiores felicidades a Vítor Bento e à sua equipa, que são perfeitamente conhecedores da actividade bancária e que são absolutamente independentes de interesses de natureza diversa", sublinhou Nuno Amado. "A sua independência é de enorme valor", defendeu. 

Ver comentários
Saber mais GES BES BCP Nuno Amado banca
Outras Notícias