Telecomunicações O sobreiro português que está a chamar a atenção na feira de tecnologia
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

O sobreiro português que está a chamar a atenção na feira de tecnologia

A Iki Mobile apresentou na feira de Barcelona a nova gama de “smartphones” revestidos de cortiça. E garante que já teve “muitos contactos” para produzir telemóveis na fábrica de Coruche.
O sobreiro português que está a chamar a atenção na feira de tecnologia
DR
Sara Ribeiro 27 de fevereiro de 2018 às 22:40

"Made in Portugal". Esta é a frase que a Iki Mobile decidiu expor em letras grandes no seu "stand" no congresso de comunicações móveis em Barcelona. Mas as alusões ao país não ficam por aqui.

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 28.02.2018

Provincianismo bacoco. Acham mesmo que isto não é uma oferta para um mercado nicho? Acham que isto vai ter enorme procura a nível mundial? Acham que isto é alguma daquelas inovações que o mercado global mais procura e necessita e por isso mais valoriza?

comentários mais recentes
Alentejano 02.03.2018

Ó anónimo ao menos é algo. E ainda por cima se pegar todos os grandes produtores vão querer imitar o que irá fazer aumentar a procura de uma matéria prima portuguesa por excelência! Este bota abaixo ou é dor de cotovelo ou medo de ter de pagar mais pelo vinho que bebe!

Anónimo 28.02.2018

Provincianismo bacoco. Acham mesmo que isto não é uma oferta para um mercado nicho? Acham que isto vai ter enorme procura a nível mundial? Acham que isto é alguma daquelas inovações que o mercado global mais procura e necessita e por isso mais valoriza?

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub