Telecomunicações Oi poderá ficar a valer 3,5 mil milhões de euros

Oi poderá ficar a valer 3,5 mil milhões de euros

Com base em estimativas de analistas, a Oi antecipa ficar com uma dívida de 19 mil milhões de reais (4,5 mil milhões de euros), depois da conversão de créditos. A Broadcast avança que o valor da companhia ficará nos 3,5 mil milhões de euros.
Oi poderá ficar a valer 3,5 mil milhões de euros
Reuters
Alexandra Machado 17 de abril de 2018 às 07:51
A Oi já avançou algumas projecções de como pode ficar a sua estrutura de dívida e património líquido após a conversão de créditos.

Segundo o comunicado da Oi, a dívida vai cair em 35 mil milhões de reais (8,2 mil milhões de euros ao câmbio actual), para ficar em torno dos 19 mil milhões de reais (4,5 mil milhões de euros). 

E segundo noticiou a agência Broadcast, a Oi valerá em torno de 15 mil milhões de reais (3,5 mil milhões de euros), o que compara com os 2,6 mil milhões de reais (cerca de 600 milhões de euros) que vale actualmente no mercado.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) brasileira, homóloga da portuguesa CMVM, pediu à Oi esclarecimentos sobre estes dados, e tal como referido no relatório com as contas de 2017, a Oi explica que os efeitos do plano de recuperação judicial foram "estimados pela administração nas demonstrações financeiras da companhia". Quanto ao valor da companhia, este resulta, segundo diz a empresa, de "uma percepção da média de avaliações independentes preparadas por analistas de mercado que acompanham a companhia".

Esse dado para o valor da companhia não tinha sido avançado pela Oi, que referiu, no entanto, que em 2018 voltará a ter um património líquido positivo de 28 mil milhões de reais (6,6 mil milhões de euros) face aos 13 mil milhões de reais negativos de 2017.

(Notícia corrigida, os 35 mil milhões é a queda da dívida)



Saber mais e Alertas
pub