Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Oi regista lucro recorde de 436 milhões no primeiro semestre

A Oi registou um lucro recorde de 940 milhões de reais (436 milhões de euros) no primeiro semestre, revertendo o resultado negativo em igual período de 2009.

Lusa 30 de Julho de 2010 às 08:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Contribuíram para o resultado o ganho de sinergia obtido com a aquisição da Brasil Telecom, no ano passado, e a diminuição das despesas operacionais, informou a operadora, num comunicado. A Portugal Telecom (PT) irá adquirir uma participação de 22,4% na Oi, após vender a fatia que detinha na Vivo, por 7,5 mil milhões de euros, à Telefónica, segundo acordo anunciado esta semana.

"O resultado foi bastante positivo e reflecte a performance operacional, traduzindo a estratégia de rentabilização da base de clientes, assim como o ganho de sinergias com a compra da Brasil Telecom e a redução de custos e despesas operacionais", disse o director de Finanças e Relações com Investidores da Oi, Alex Zornig.

A receita total ascendeu a 23,1 mil milhões de reais (10,1 mil milhões de euros), com o EBITDA (lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciações e amortizações) a subir 7,9 por cento, para 5,2 mil milhões de reais (2,3 mil milhões de euros).

A margem EBITDA foi de 35 por cento, um aumento de 2,4 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2009, sublinhou o comunicado.

Depois dos investimentos para aquisição da Brasil Telecom, que fizeram a Oi duplicar de tamanho, a operadora ampliou para 3700 cidades brasileiras a rede de banda larga e de telefonia móvel em todo o país.

"Já levamos também banda larga gratuita para 40 800 escolas públicas e, em apenas seis meses, expandimos a cobertura de telefonia móvel para 310 municípios brasileiros, alcançando mais de 3000 cidades em todo o país", afirmou Alex Zornig.

Em Junho deste ano, o número de utilizadores da operadora ascendeu a 62,6 milhões, sendo 20,8 milhões em telefonia fixa, 37,2 milhões em telefonia móvel, 4,3 milhões em banda larga fixa e 265 mil em TV por assinatura.

Em Junho, a dívida da empresa era de 20,96 mil milhões de reais (9,11 mil milhões de euros), uma diminuição de mil milhões de reais (435 milhões de euros) em relação a dezembro de 2009.

Os investimentos ascenderam a 818 milhões de reais (356 milhões de euros), no primeiro semestre, de um total de até quatro mil milhões de reais (1,74 mil milhões de euros) que a operadora planeia investir este ano.

Ver comentários
Outras Notícias