Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Oposição quer explicações de Cavaco e chama com urgência Portas a inquérito ao BES

O PS, o PCP e o BE reagiram ao facto de Ricardo Salgado ter tido dois encontros com o Presidente da República e um com Paulo Portas, desconhecidos até aqui. Chamam com urgência o vice-primeiro-ministro e querem respostas de Cavaco.

Negócios 29 de Janeiro de 2015 às 20:36
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

Ao mesmo tempo que a audição de José Honório decorria esta quinta-feira, 29 de Janeiro, os partidos da oposição fizeram chegar aos jornalistas as reacções à carta enviada por Ricardo Salgado em que anunciou que, dos encontros com políticos, esteve duas vezes – e não apenas uma – com Cavaco Silva e uma com Paulo Portas – o que até aqui não era do conhecimento público.

 

O Partido Socialista quer mais explicações dos órgãos titulares de cargos públicos que falaram sobre o BES e que se sabe depois da missiva de Ricardo Salgado que estiveram em vários encontros com Ricardo Salgado.

 

O Bloco de Esquerda escreveu um requerimento em que menciona as declarações públicas de várias personalidades, entre as quais a do próprio Presidente da República. Daí que a deputada Mariana Mortágua pergunte "qual o teor das reuniões" e "qual a natureza da presença do Presidente da República".

 

"Que tipo de apoio foi solicitado ao Presidente da República e quais as diligências efectuadas nesse âmbito?", questiona o Bloco de Esquerda, acrescentando uma pergunta sobre que conhecimentos tinha sobre a garantia estatal angolana ao BES Angola – Salgado havia dito que tinha dito uma reunião com Cavaco Silva sobre esse tema.

 

PCP quer vinda "urgente" de Portas

 

O PCP também tem perguntas ao Chefe de Estado sobre estas conversas tidas entre Cavaco Silva e Ricardo Salgado.  

Por sua vez, o deputado comunista Miguel Tiago solicita ainda a "vinda urgente" de Paulo Portas. O vice-primeiro-ministro é uma das mais de 100 personalidades convocadas para a comissão parlamentar de inquérito. Mas ainda não estava calendarizada – nenhum dos partidos, até aqui, achou que era essencial ouvir.  

 

Isso mudou agora que se sabe que Ricardo Salgado também esteve reunido com o número dois do partido. Daí que o PCP peça a audição "urgente".  

 

Os titulares de órgãos públicos podem prestar declarações perante os deputados ou podem optar por responder por escrito.    

Ver comentários
Saber mais Ricardo Salgado Cavaco Silva Paulo Portas Partido Socialista BES Bloco de Esquerda Presidente da República Mariana Mortágua
Outras Notícias