Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

OPV da Orey Antunes totalmente subscrita

As 450 mil acções que foram objecto da Oferta Pública de Venda realizada pela Orey Antunes, foram totalmente subscritas, revelou a empresa em comunicado.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 14 de Dezembro de 2004 às 17:13
  • Partilhar artigo
  • ...

As 450 mil acções que foram objecto da Oferta Pública de Venda realizada pela Orey Antunes, foram totalmente subscritas, revelou a empresa em comunicado.

Segundo a mesma fonte, na proporção do número de títulos de que os accionistas eram titulares no dia 25 de Novembro deste ano, «foram atribuídas 437.210 acções, representativas de 97,15% do total de acções objecto da presente Oferta Pública de Venda».

Neste sentido ficaram disponíveis para rateio um total de 12.840 acções, para as quais foram apresentados pedidos de compra de acções sobrantes num total de 5.005.474 acções, explica o comunicado.

A mesma fonte acrescenta ainda que, de acordo com as condições da oferta, os 12.840 títulos sobrantes «foram sucessivamente rateados pelos accionistas interessados, na proporção do número de acções detidas».

Operação visou remunerar accionistas com 450.050 acções a serem vendidas a 0,20 euros cada

A Orey Antunes anunciou dia 18 de Novembro que ia realizar uma oferta pública de venda (OPV) de 450.050 acções, representativas de 9% do seu capital, com um preço unitário de venda de 0,20 euros, tendo as acções da companhia terminado nessa sessão a descer 24,86% para os 2,63 euros.

O Jornal de Negócios apurou na altura que os títulos a vender faziam parte da carteira de acções próprias da empresa e que a operação, idêntica a outras já realizadas pela companhia, visa remunerar os accionistas.

A Orey explicou que a oferta era reservada a accionistas e o preço de venda dos títulos era de 0,20 euros, com os accionistas a poderem comprar uma acção por cada 10 detidas até dia 25 de Novembro. Segundo a mesma fonte, com esta operação a empresa realiza um encaixe de 90 mil euros.

Antes do anúncio desta operação, Duarte d’Orey, presidente da empresa, anunciado que queria aumentar o «free float» da empresa, sendo a realização da OPV uma das possibilidades.

Esta empresa apresenta um baixo «free float» e uma liquidez reduzida, com uma média de 1976 acções negocias diariamente nos últimos seis meses. A fraca liquidez reflecte-se na sessão de hoje, na qual a Orey Antunes negociou mil títulos, fechando inalterada nos 3,80 euros.

Outras Notícias