Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ordens de venda de 3,7 milhões de acções no primeiro dia da OPA à Cimpor

No primeiro dia da oferta pública de aquisição (OPA) da Camargo Corrêa sobre a Cimpor, foram dadas ordens de venda de 3,7 milhões de acções da cimenteira.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
No primeiro dia da oferta pública de aquisição (OPA) da Camargo Corrêa sobre a Cimpor, foram dadas ordens de venda de 3,7 milhões de acções da cimenteira, representativas de 1,2% da quantidade máxima de títulos - 308,1 milhões de acções - que o grupo brasileiro se propõe adquirir, apurou o Negócios.

A oferta, cujo registo foi ontem concedido pela CMVM, iniciou-se ontem e decorre até às 15h de 19 de Junho, estando a sessão especial de apuramento dos resultados marcada para o dia seguinte. Tendo em conta a contrapartida de 5,5 euros por acção oferecida pela Camargo, o montante máximo potencial da OPA é de 1.694 milhões de euros.

Preço da OPA à Cimpor não foi negociado entre accionistas

Carlos Tavares revelou ontem que o regulador não apurou que o preço da oferta pública de aquisição da Camargo Corrêa sobre a Cimpor tivesse sido negociado entre accionistas. E diz não ter encontrado razões para nomear um auditor independente para fixar a contrapartida prevista na operação.

"Ao que apurámos, o preço da OPA não foi fixado por negociação entre accionistas", afirmou Carlos Tavares na Comissão Parlamentar de Finanças e Orçamento. O presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) diz que a CGD afirmou que venderá àquele preço ou a um superior. Segundo documentação enviada à CMVM "não há negociação bilateral, há uma proposta para vender àquele preço", ou seja uma negociação entre a CGD e a Camargo Corrêa.

A CMVM diz também não ter encontrado fundamentos para nomear auditor independente para fixar a contrapartida na OPA sobre a Cimpor.

Esta terça-feira o regulador determinou que a OPA passasse de voluntária a obrigatória, depois de ter entendido que a Camargo e a Votorantim negociaram condições que beneficiam as duas empresas. A contrapartida da OPA foi fixada em 5,50 euros.

Ver comentários
Outras Notícias