Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Papelaria Fernandes encerra 12 lojas e corta 100 empregos

Retalhista, insolvente, reduziu 100 postos de trabalho nas últimas duas semanas

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 25 de Agosto de 2010 às 19:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O grupo de retalho especializado Papelaria Fernandes, encerrou já 12 das 14 unidades que ainda detinha abertas em território nacional. A companhia, que se encontra desde Maio passado em processo de insolvência no Tribunal de Comércio de Lisboa, e cujo administrador judicial já propôs àquele órgão a liquidação dos activos, dispensou 100 colaboradores com o fecho destas lojas.

De acordo com o comunicado hoje enviado ao mercado – a empresa está cotada mas suspensa de negociação desde a declaração de insolvência –, a administração “concretizou, entretanto, um plano financeiro de contingência”.

O objectivo é permitir “manter abertas as duas lojas mais ‘emblemáticas’ da insígnia Papelaria Fernandes, do Lago do Rato e da Rua do Ouro, em Lisboa”.

A expectativa agora, adianta a administração do grupo, liderada por José Morgado Henriques (na foto), é que a assembleia de credores, a ser ainda convocada pelo Tribunal de Comércio, “viabilize a aprovação dos ajustamentos adequados e pertinentes ao Plano de Insolvência aprovado pelos credores e judicialmente homologado”.

E que os mesmos “ajustamentos” ao plano que o Ministério Público decidiu recorrer, em Março último, travando o processo de viabilização então em curso, “possibilitem o rearranque e subsequente desenvolvimento do negócios” para as duas lojas que ainda sustentam a marca Papelaria Fernandes que, se sobreviver, irá em 2011 celebrar 120 anos.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias