Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ParaRede propõe redução do capital em 75 milhões de euros (act.)

A AG anual da ParaRede, que está marcada para o dia 24 de Maio, vai deliberar sobre uma proposta de redução do capital social dos actuais 125,09 milhões para os 50,03 milhões de euros, com vista a reduzir o passivo da empresa.

João Mata 17 de Abril de 2002 às 19:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A assembleia geral (AG) anual da ParaRede, que está marcada para o dia 24 de Maio, vai deliberar sobre uma proposta de redução do capital social dos actuais 125,09 milhões para os 50,03 milhões de euros, com vista a reduzir o passivo da empresa.

Segundo um comunicado da ParaRede [PARA], o quinto ponto da ordem de trabalhos da AG visa «deliberar sobre a redução do capital da sociedade de 125,087 milhões de euros para os 50,03 milhões de euros, a realizar mediante redução do valor nominal das participações sociais».

Caso seja aprovada esta proposta, as acções da empresa de tecnologias da informação verão o seu valor nominal passar de um euro para os 0,40 euros.

Esta redução de capital «terá como finalidade a cobertura de prejuízos, nos termos e para os efeitos do disposto nos artigos 35, 94 e 95, número três, do Código das Sociedades Comerciais», explicou a empresa.

O referido artigo 35 impõe que os capitais próprios das empresas tenham de ser pelo menos correspondentes a metade do capital social. Ou seja, uma sociedade não pode ter prejuízos acumulados que ascendam a mais de metade do capital.

A aplicação deste artigo, que apesar de datar de 1986 entrou em vigor apenas no decorrer de 2001, obriga na prática as empresas naquela situação a aumentar o capital até obterem um rácio de cobertura de dois terços, ou reduzir o capital com o mesmo propósito, através da desvalorização ou venda de activos.

No final do terceiro trimestre de 2001, os capitais próprios da ParaRede situavam-se nos 35,34 milhões de euros, abaixo de metade do capital social, que se cifrava nos actuais 125,08 milhões de euros.

A ParaRede é a única empresa a integrar o PSI20 [PSI20] que ainda não divulgou os resultados atingidos no decorrer do ano passado.

Os accionistas da ParaRede vão ainda deliberar sobre o relatório e contas relativo ao exercício de 2001, a proposta de aplicação de resultados, e proceder à eleição dos membros dos seus órgãos sociais.

As acções da ParaRede encerraram hoje a cair 1,96% para os 0,50 euros. Desde o início de 2000, estes títulos perderam cerca de 75% do seu valor.

Ver comentários
Outras Notícias