Banca & Finanças "Parceiros" para seguros e banco social são desígnios de Tomás Correia este ano
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

"Parceiros" para seguros e banco social são desígnios de Tomás Correia este ano

António Tomás Correira recusa que haja uma venda dos seguros: o que está a fazer é procurar parceiros para a área seguradora De qualquer forma, a venda de 60% do capital está já na ASF.
"Parceiros" para seguros e banco social são desígnios de Tomás Correia este ano
Bruno Simão
Diogo Cavaleiro 27 de fevereiro de 2018 às 22:45

António Tomás Correia mantém aberta a porta da continuidade na associação mutualista, e até ao final do presente mandato tem dois grandes assuntos para fechar: seguros e banca.

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
JCG 16.03.2018

GESTÃO DANOSA? são precisas + averiguações e provas? elas estão à vista. Para além de operações financeiras irresponsáveis, com elevados prejuízos, basta atentar nas escolhas de Tomás Correia para a administração do Banco com casos sucessivos de idoneidade e competência duvidosas. Querem maior DANO?

JCG 16.03.2018

Já alguém perguntou a Tomás Correia o que é um banco social? O Montepio - Associação Mutualista investiu um balúrdio no banco, mais de 2000 milhões de euros, e tem o direito de receber dividendos do banco que remunerem devidamente esse investimento. O banco deve ser gerido com eficiência e rentabil

Anónimo 28.02.2018

espero que as autoridades de fiscalizaçao da gestao da associaçao mutualista montepio geral hajam,com a maxima rapidez e eficaçia.para bem dos ASSOCIADOS,PARA SE SABER SE HOUVE GESTAO DANOSA,OU CORRUPÇAO ,NA MESMA.E CULPEM OS DETRATORES CORRETAMENTE E COM JUSTIÇA CELERE.E´ISSO KE KEREM OS ASSOCIADOS

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub