Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Parpública reforça no capital da ANA, REN e Autódromo

A Parpública reforçou no capital da ANA – Aeroportos de Portugal de 31,89% para 68,6%, revelou a empresa que gere as participações empresariais do Estado, adiantando que também comprou acções da REN e da Sociedade Imobiliária do Autódromo Fernanda Pires d

Negócios negocios@negocios.pt 05 de Janeiro de 2007 às 15:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Parpública reforçou no capital da ANA – Aeroportos de Portugal de 31,89% para 68,6%, revelou a empresa que gere as participações empresariais do Estado, adiantando que também comprou acções da REN e da Sociedade Imobiliária do Autódromo Fernanda Pires da Silva.

Segundo um comunicado à CMVM, a Parpública "adquiriu à Direcção Geral do Tesouro 5.499.929 acções representativas de 36,67% do Capital Social da ANA – Aeroportos de Portugal".

A Parpública passou, após esta aquisição, a deter 68,56% do capital social daquela empresa, conclui a mesma fonte.

A empresa que gere as participações empresariais do Estado também anunciou a aquisição de 20% do capital da REN, à DGT, passando assim a deter 50% do capital da empresa.

A Parpública procedeu ainda à aquisição, também a DGT, de 47,6% do capital da Sociedade Imobiliária do Autódromo Fernanda Pires da Silva, passando a controlar a totalidade do capital da empresa que gere o Autódromo do Estoril.

A ANA e a REN são duas das empresas que o Governo pretende privatizar ao longo deste ano. A proposta de OE para 2007 prevê que o Estado encaixe 950 milhões de euros em operações de privatização.

O calendário para este ano contempla a venda integral da participação do Estado na INAPA e a alienação parcial de uma posição na TAP, assim como a alienação ou concessão da ANA, a definir em função do modelo e contratualização do novo aeroporto de Lisboa. A privatização da REN está agendada para o Verão.

A passagem de participações para a Parpública está relacionada com as privatizações de 2006. Em troca por ter abdicado das empresas, a Parpública recebe em compensação acções que ainda estavam na direcção Geral do Tesouro.  

Ver comentários
Outras Notícias