Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Paulo de Azevedo vai presidir a comissão instaladora do banco de fomento

Franquelim Alves está entre os vogais que compõem a comissão instaladora da Instituição Financeira de Desenvolvimento. Paulo de Azevedo irá presidir.

Negócios 06 de Dezembro de 2013 às 19:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 28
  • ...

O Ministério da Economia emitiu esta sexta-feira, 6 de Dezembro, um comunicado onde revela qual a composição da Comissão Instaladora da Instituição Financeira de Desenvolvimento.

 

Paulo de Azevedo será o seu presidente. Este responsável esteve à frente do banco de investimento do Millennium, tendo saído há cerca de um ano. Paulo de Azevedo pertenceu também à comissão de honra de Rui Moreira, actual presidente da Câmara Municipal do Porto.

 

A comissão é ainda composta por três vogais: Carla Castro Chousal, Franquelim Alves, Nuno Miguel de Ferreira Soares.

 

Carla Chousal foi administradora na RTP, no período em que Guilherme Costa era presidente da estação de televisão e administradora do BPI.

 

Franquelim Alves foi secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, quando Álvaro Santos Pereira era ministro da Economia, foi presidente do IGCP, o instituto que em Portugal é responsável pela gestão da dívida pública nacional, e secretário de Estado Adjunto do Ministro da Economia do Governo de Durão Barroso.

 

O Governo anunciou, no dia 14 de Novembro, a criação de uma comissão instaladora que terá como objectivo garantir a criação e o funcionamento do banco de desenvolvimento no final do primeiro semestre de 2014.

 

A comissão instaladora terá vai detalhar “matérias mais concretas, de forma a que [o banco] possa estar criado e em funcionamento" no final do primeiro semestre de 2014, revelou o ministro da Economia, Pires de Lima, a 14 de Novembro.

 

A instituição financeira de desenvolvimento tem como objectivo trabalhar para melhorar as condições de financiamento, nomeadamente para as pequenas e médias empresas (PME), que são as mais afectadas pela crise de financiamento, explicou, na altura o Executivo.

 

O banco de desenvolvimento será criada com o intuito de apoiar o fomento económico.

 
Currículo de Paulo de Azevedo

Segundo o currículo disponibilizado pelo Ministério da Economia, Paulo de Azevedo conta com mais de 25 anos de experiência em cargos de administração e direcção geral no sector financeiro.

 

Foi desde 1998 director geral do Millennium BCP, administrador das sociedades BCP Leasing, BCP Factoring, e do Millennium BCP Investimento. Coordenou diversos aumentos de capital do banco e foi responsável pela equipa técnica na aquisição por oferta pública de aquisição (OPA) do BPA em 1995.

 

De acordo com a mesma fonte, o responsável conta também com experiência em capital de risco, tendo sido presidente do conselho de administração do BCP Capital e administrador da InovCapital. Integrou diferentes conselhos de administração em representação do Millennium BCP, nomeadamente EDP, Oni e Inapa.

 

É licenciado em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e participou no Executive Program do Insead.

(Notícia actualizada às 20h27 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais Paulo de Azevedo Franquelim Alves Comissão Instaladora da Instituição Financeira de Desenvolvimento Carla Castro Chousal Nuno Miguel de Ferreira Soares
Mais lidas
Outras Notícias