Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Paulo Macedo: "Bancos terão as suas culpas" mas há outros responsáveis

O vice-presidente do BCP admite que os bancos têm alguma responsabilidade nos elevados níveis de concessão de crédito. No entanto, recorda que os estímulos dados pelo próprio Estado às empresas e às famílias foram nesse sentido.

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 30 de Maio de 2011 às 15:50
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...
"Os bancos terão as suas culpas", admitiu Paulo Macedo, vice-presidente do BCP, na conferência "Portugal, que futuro?", quando questionado sobre o papel da banca no estímulo ao endividamento das empresas e das famílias. No entanto, o banqueiro recordou que há outros responsáveis.

Para Macedo, o facto de o Estado ter concedido benefícios fiscais ao crédito à habitação contribuiu para a compra de casa própria com recurso ao endividamento.

Por outro lado, "há uma percentagem anormalmente baixa de crédito desintermediado", já que "as empresas preferem sempre financiar-se através da banca em vez de irem ao mercado de capitais, que implica maiores exigências", sublinhou o gestor.

Além disso, na perspectiva do banqueiro, "o Estado, ao não garantir a capitalização das empresas públicas, deu todos os sinais para essas empresas se endividarem".

Paulo Macedo, assim como Joaquim Goes, do BES, e Norberto Rosa, da CGD, justificaram a atitude proactiva da banca na concessão de crédito foi um reflexo do reduzido nível de custos do financiamento, resultante da política monetária do Banco Centra Europeu.
Ver comentários
Saber mais BCP Paulo Macedo crise banca
Outras Notícias