Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedro Carreira sai da Roménia para liderar a Continental Mabor

José Carvalho Neto vai trocar a presidência da Continental Mabor pela da fábrica do grupo alemão de pneus em Camaçari, no Brasil. A partir de 1 de Setembro, a liderança da unidade de Famalicão passa para as mãos de Pedro Carreira, que era administrador da fábrica de Timisoara, na Roménia.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 28 de Agosto de 2013 às 10:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

A multinacional alemã de pneus Continental decidiu mexer na gestão de topo das suas fábricas em Portugal, no Brasil e na Roménia. José Carvalho Neto, que presidia à Continental Mabor, de Famalicão, desde 1 de Janeiro do ano passado, apenas se mantém no conselho de administração desta empresa como vogal, tendo sido nomeado responsável pela fábrica de pneus da Continental em Camaçari, no Brasil.

 

A partir de 1 de Setembro, a Continental Mabor, uma das maiores exportadoras portuguesas, passa a ser liderada por Pedro Olavo dos Santos Carreira, que iniciou a sua actividade no departamento químico da fábrica de Famalicão, em 1988, tendo sido, nos últimos três anos, administrador da fábrica de Timisoara, na Roménia.

 

Neste seu regresso a Famalicão, Pedro Carreira começa por sublinhar que, “mesmo à frente de outras fábricas do grupo, tive sempre a oportunidade de acompanhar de perto a evolução da Continental Mabor. Senti sempre muito orgulho pelos resultados alcançados que tornaram esta empresa numa referência no universo da Continental bem como na indústria portuguesa”, afirma o gestor, em comunicado.

 

“Ao fim de quase uma década ao serviço da Continental no exterior é com orgulho e agrado que aceitei este regresso às origens para um novo desafio. Estou confiante na equipa de Lousado [freguesia de Famalicão onde está instalada a Continental Mabor] e juntos seguiremos o mesmo caminho traçado até então”, aponta Pedro Carreira, que cita, a propósito, Albert Einstein: “O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.”

Já José Carvalho Neto, que sai da presidência da Continental Mabor para liderar uma fábrica do grupo no Brasil, afirma: “Após dois anos que me satisfizeram plenamente em Lousado, é com o maior gosto que aceitei o convite da Continental para prolongar por igual período a minha colaboração com este Grupo”. E deixa esta ressalva: “Camaçari, no Brasil, é um desafio especial, com uma história e cultura totalmente diferentes da que encontrei na empresa portuguesa.”

Para além da Continental Mabor, a multinacional controla mais quatro empresas no nosso País - a Continental Pneus, a Continental Indústria Têxtil do Ave, a Continental Lemmerz e a Continental Teves. No conjunto das empresas portuguesas, a Continental emprega mais de 2.250 trabalhadores directos em Portugal, tendo fechado o último exercício com uma facturação agregada superior a mil milhões de euros.

Com vendas de 32,7 mil milhões de euros no ano passado, a Continental está entre os maiores fornecedores do sector automóvel em todo o mundo. É fabricante de sistemas de travagem, sistemas e componentes para motores e chassis, instrumentação, soluções de infoentretenimento, electrónica para veículos, pneus e elastómeros técnicos. Emprega actualmente quase 175 mil pessoas em 46 países.

 

(Notícia actualizada às 10h48)

Ver comentários
Saber mais Pedro Carreira Continental Mabor José Carvalho Neto
Mais lidas
Outras Notícias