Telecomunicações Pharol reforça compra de acções próprias

Pharol reforça compra de acções próprias

A Pharol comprou mais 258 mil acções próprias no seguimento do programa aprovado em assembleia geral em Novembro de 2015. Após estas operações, ficou com 2,3692% do capital social.
Pharol reforça compra de acções próprias
Pedro Elias/Negócios
Sara Ribeiro 08 de fevereiro de 2016 às 20:15

A entidade liderada por Luís Palha da Silva voltou ao mercado para comprar mais acções próprias, no âmbito do programa aprovado em assembleia geral no dia 4 de Novembro do ano passado.

De acordo com um comunicado emitido esta segunda-feira à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a ex-PT SGPS comprou títulos próprios nos dias 4, 5 e 8 de Fevereiro.

No total, a Pharol comprou 258 mil acções, com preços entre 0,218 e 0,235 euros, tendo desembolsado 58,7 mil euros.

Após estas operações de compra, a Pharol "passou a deter 21.240.000 acções próprias, correspondentes a 2,3692% do seu capital social", lê-se na mesma nota.

A proposta aprovada pelos accionistas, no início de Novembro de 2015, previa a compra e vendas de acções próprias até 7,7% do capital no prazo de 18 meses.

A Pharol arrancou na semana passada com o programa de compra de acções próprias, que tem como objectivo remunerar os accionistas, tendo nos dias 1, 2 e 3 de Fevereiro comprado 300 mil acções, com preços entre 0,215 e 0,241 euros, num investimento de 69,3 mil euros.

Os títulos da Pharol fecharam a sessão de segunda-feira, 8 de Fevereiro, a cair 4,78% para 0,2190 euros.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI