Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pires de Lima: Projecto da Cimpor no estuário do Tejo precisa de financiamento de privados

O ministro da Economia, António Pires de Lima, sublinhou que o plano de investimentos da Cimpor no estuário do Tejo precisa de financiamento dos privados que dele vão beneficiar, nomeadamente a cimenteira, adquirida em 2012 pela brasileira InterCement.

Bruno Simão/Negócios
Lusa 17 de Junho de 2014 às 07:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

"É importante que a Cimpor participe activamente neste projecto [da melhoria da navegabilidade do estuário do Tejo, em Alhandra], que a beneficia directamente. É um projecto que para se concretizar precisa de financiamento precisamente das empresas que vão ser beneficiadas", disse o ministro da Economia.

 

Pires de Lima encontra-se numa missão de três dias ao Brasil, na qual é acompanhado pelo secretário de Estado adjunto e da Economia, Leonardo Mathias, e pelo presidente da AICEP, Miguel Frasquilho.

 

Pires de Lima destacou também que Portugal apresenta "enormes qualificações na Cimpor", que podem ser ainda mais aproveitadas, não só para fazer crescer a cimenteira em Portugal, mas também para que aquela seja um exportador de serviços para todo o grupo, um dos mais importantes do mundo naquela área.

 

"Vim claramente aqui desafiar os responsáveis brasileiros da InterCement a investir ainda mais em Portugal", afirmou.

 

Pires de Lima lembrou que o projecto de desassoreamento do estuário do Tejo, ao permitir a utilização do Cais de Alhandra pela Cimpor e outras empresas daquela região, "vai dotar aquela região de capacidade acrescida substancial em termos de exportação".

 

O projecto está inscrito no Plano Estratégico dos Transportes e Infra-estruturas do Governo português e representa um investimento de 40 milhões de euros, mas necessita ainda de encontrar fontes de financiamento.

Ver comentários
Saber mais Cimpor estuário do Tejo Pires de Lima Leonardo Mathias AICEP Miguel Frasquilho
Mais lidas
Outras Notícias