Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Plenário com administração deixa trabalhadores da Lusa mais receosos quanto ao futuro (act.)

Afonso Camões diz que transmitiu mensagem de tranquilidade e ambição.

Filipe Pacheco filipepacheco@negocios.pt 16 de Novembro de 2010 às 17:59
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
Os trabalhadores da Lusa, depois de hoje reunidos em plenário com o conselho de administração, consideram que continuam sem ficar esclarecidos sobre os moldes em que ocorrerá uma eventual agregação da Lusa à RTP.

Numa declaração em nome dos órgãos representativos dos trabalhadores, os responsáveis referem que os funcionários da Lusa não ficaram “esclarecidos relativamente às questões colocadas, receando ainda mais pelo seu futuro”.

Afonso Camões, presidente da Lusa, contactado pelo Negócios, declarou que transmitiu aos colaboradores uma “mensagem de tranquilidade, confiança e ambição”. “Porque temos condições para isso”, acrescenta.

Os representantes dos trabalhadores da Lusa referem que questionaram o presidente da administração da Lusa sobre se vai haver uma agregação da Lusa à RTP, se vai haver mudança de instalações e se, a concretizar-se a operação, vai existir uma redução do número de trabalhadores. Questões que, dizem, ficaram sem resposta. O presidente do conselho de administração da agência responde que a questão da agregação com a RTP só poderá ser respondida pelos accionistas. “Não posso responder por aquilo que não me compete”, diz.

Para “o que está em cima da mesa” – que é a agregação com a RTP – Afonso Camões relembra que “a Lusa está preparada para isso”

A tutela, através de Jorge Lacão, tornou já público que o executivo tem estado a estudar várias soluções de agregação da Lusa à RTP. Os trabalhadores da agência pediram já para serem recebidos, com carácter de urgência, pelo ministro dos Assuntos Parlamentares e pelos líderes dos partidos com assento parlamentar.

Ver comentários
Outras Notícias