Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Por causa da resolução, Banif não apresenta contas de 2015

O banco que foi alvo de resolução no final do ano passado alertou o regulador de que devido à medida não está em condições de revelar no prazo legal as contas referentes ao ano passado. Está a trabalhar nesse sentido com o Banco de Portugal.

Paulo Moutinho 18 de Abril de 2016 às 09:02
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

O Banif ainda não revelou as contas do ano passado. E não vai fazê-lo em breve. O banco comunicou ao mercado que não está em condições para avançar dentro do prazo previsto na lei com a divulgação das "contas anuais, a certificação legal de contas e demais documentos de prestação de contas referentes ao exercício de 2015" por causa da medida de resolução decidida pelo Banco de Portugal.


"Os documentos de prestação de contas referentes ao exercício de 2015 têm necessariamente de reflectir o impacto da medida de resolução aplicada pelo Banco de Portugal ao Banif, no dia 20 de Dezembro de 2015, às 23:30", algo que o Banif ainda não conseguiu por falta de informação "fiel e verdadeira".


"Para que as contas possam representar uma expressão fiel e verdadeira da situação financeira do Banif, na sua elaboração têm de ser tidas em consideração, de forma completa e rigorosa, todas as deliberações e determinações do Banco de Portugal adoptadas em Dezembro de 2015, bem como as subsequentes deliberações de ajustamento e outros esclarecimentos necessários que incidam sobre o perímetro de activos, passivos, elementos extrapatrimoniais e activos sob gestão que permaneceram no Banif (por oposição ao que foi transferido à Oitante e ao Banco Santander Totta) após a aplicação da medida de resolução que lhe foi aplicada", nota.


Assim, e apesar dos "esforços desenvolvidos pelo conselho de administração, pela comissão de fiscalização e pelos auditores do Banif, face à complexidade e excepcionalidade da medida aplicada, os trabalhos de validação da conformidade das contas com os termos da medida de resolução não estão concluídos, encontrando-se em curso um processo contínuo de articulação com o Banco de Portugal tendo em vista uma cristalização do perímetro do Banif".


É com esta explicação enviada à CMVM que o Banif diz que "não está em condições de antecipar com um grau de segurança fiável a data em que serão divulgados os documentos de prestação de contas relativos ao exercício de 2015, sendo certo que tudo será feito para que ocorra no mais breve prazo possível".

Ver comentários
Saber mais Banif resolução Banco de Portugal
Outras Notícias