Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Por que razão há tanta gente a apoiar a greve e tão poucos a fazê-la?

A greve geral merece a simpatia da maioria dos portugueses, mas poucos assumem que vão faltar ao trabalho, sobretudo no sector privado. E os que aderem ao protesto preferem não dar a cara.

  • Partilhar artigo
  • 11
  • ...
Com o desemprego em máximos, o Governo vai cortar prestações sociais, subir impostos e avançar com um inédito corte permanente de salários nas administrações e empresas públicas. Em resposta à pressão dos mercados, PS e PSD preparam-se para aprovar o pacote de medidas mais impopular da democracia, o que pode abrir a porta a uma adesão histórica à greve geral convocada pela CGTP e pela UGT. Apesar disso, é bastante significativo o número de trabalhadores que diz que vai passar ao lado do dia de protesto marcado para daqui a uma semana. Sobretudo no sector privado.

A maioria das pessoas ouvidas pelo Negócios considera "positivo" que as pessoas protestem porque "os governos erraram", mas mostram-se cépticas quanto à eficácia da greve. "Não vai adiantar nada", é uma das respostas mais frequentes e quase todos apresentam bons motivos para não participar no protesto.









logo_empresas

Ver comentários
Saber mais greve geral 24 de Novembro
Outras Notícias