Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pórticos das ex-Scut custaram mais de 76 milhões em 2102

Os pagamentos extraordinários nas PPP Rodoviárias totalizaram 82,5 milhões de euros, sendo que grande parte diz respeito aos pórticos nas ex-Scut.

Maria João Babo mbabo@negocios.pt 11 de Maio de 2013 às 15:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

A Unidade Técnica de Acompanhamento de Projectos (UTAP) revela, no boletim trimestral das PPP do quarto trimestre do ano passado, que o Estado gastou 76,7 milhões de euros com a instalação de pórticos de cobrança de portagens em quatro concessões


Nas PPP Rodoviárias, em termos de execução orçamental, os encargos apresentaram um desvio de 12%, devido “essencialmente, a valores pagos pelo Estado, próximo do final do ano, relacionados com o pagamento dos  investimentos efectuados em sistemas de cobrança de portagens, necessários para a cobrança nas ex-Scut”.

 

Em 2012 houve lugar a alguns pagamentos extraordinários, no valor de 82,5 milhões de euros, dos quais 76,7 milhões relativos aos custos com a instalação de pórticos de cobrança de portagens em quatro concessões.  Segundo a UTAP, nas concessões Algarve, Beira Interior e Interior Norte esses pagamentos ocorreram no quarto trimestre, envolvendo cerca de 57 milhões de euros.

 

Sem o efeito desses investimentos, diz o relatório, “a execução orçamental teria ficado praticamente em linha com os valores orçamentados”.

 

Os encargos líquidos com a totalidade das parcerias público-privadas (PPP) diminuíram 41% em 2012, tendo passado de 1.822 milhões de euros em 2011 para 1.067 milhões no final do ano passado.

 

Essa redução foi possível com a redução de 56% dos encargos líquidos com as PPP rodoviárias, que passaram de quase 1.521 milhões em 2011 para 675,5 milhões em 2012.

 

 

Ver comentários
Saber mais ex-Scut pórticos
Outras Notícias