Transportes Portos portugueses movimentam menos carga até Fevereiro

Portos portugueses movimentam menos carga até Fevereiro

Os portos de Portugal Continental registaram uma quebra no movimento de mercadorias nos primeiros dois meses deste ano.
Portos portugueses movimentam menos carga até Fevereiro
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 02 de abril de 2018 às 10:48

Em Janeiro e Fevereiro, os portos do Continente movimentaram 14,7 milhões de toneladas de carga, uma quebra de 8%, ou 1,28 toneladas, face ao período homólogo, informa esta segunda-feira, 2 de Abril, a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT).

O porto de Sines representa metade da carga movimentada (50,1%).

"Esta diminuição do volume de carga reflecte uma quebra de 8%, interrompendo um ciclo de variações positivas que se têm vindo a verificar desde 2012 e que atingiram o seu auge no ano de 2017, registando a melhor marca de sempre", assinala o comunicado.

A AMT assinala que "o período Janeiro-Fevereiro 2018 está a ser comparado com o seu homólogo de 2017, no qual Sines registou um notável pico de actividade. Assim, o comportamento deste porto reflecte provavelmente um regresso à trajectória normal, a que reporta a um crescimento global de carga de +8,2% e +20,2% na Carga Contentorizada, quando comparado aos valores homólogos de 2016".

Os portos de Leixões, Aveiro, Figueira da Foz, Lisboa e Setúbal apresentaram uma evolução positiva, mas a quebra de 19,1%, ou 1,7 milhões de toneladas, observada em Sines ditou uma queda global de 8%.

Relativamente às escalas de navios de diversas tipologias, os portos em análise registaram nos primeiros dois meses deste ano um total de 1.691 escalas, uma subida de 3,2% face ao período homólogo, correspondente a uma arqueação bruta de 29,7 milhões, menos 1,3% face a igual período do ano anterior.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI